#A consultoria, seu mercado e o futuro

dsc01113
Assista o Vídeo do Personal Consulting

O dicionário define um consultor como “um especialista em um campo particular do conhecimento, que trabalha como um consultor ou em uma empresa de consultoria”. Soa um pouco vago. A menos, que você tenha usado o serviço de um consultor, alguma vez na vida. Caso contrário, você provavelmente não tem ideia do que é um consultor. As empresas de modo geral, certamente entendem o que é e o que os consultores fazem.

O trabalho de um consultor é consultar, orientar, aconselhar. Nada mais nada menos. É simples assim. Não há nenhuma fórmula mágica ou segredo que faz um consultor ter mais sucesso do que outro.

Mas o que separa um bom consultor de um consultor ruim, é a paixão e a excelência profissional. E isso mesmo, um bom consultor deve ter conhecimento sobre o assunto que ele está se propondo a dar consultoria. Isso parece óbvio, mas não é. O mercado está cheio de profissionais que se intitulam consultores, mas que na verdade, estão fazendo qualquer coisa, menos consultoria.

Qualquer um pode ser um consultor. Tudo que você precisa é descobrir em que assunto ou área do conhecimento você realmente é bom. Se você é capaz, de pegar esse conhecimento ou expertise que você tem em alguma área, e transformá-lo em um recurso que alguém estaria disposto a pagar para tê-lo. Então você não teria dificuldade em trabalhar como um consultor nessa respectiva área.

Coisas a considerar antes de se tornar um Consultor

  • Quais as certificações e licenças especiais vou precisar? Dependendo da sua profissão ou área de atuação, você pode precisar de certificação especial, registro em conselhos de classe ou uma licença especial, antes de começar a operar como um consultor.Porém, de maneira geral, você não precisa de licença alguma, exceto aquelas referente a constituição de qualquer empresa de prestação de serviço.
  • Sou qualificado para se tornar um consultor?Antes de sair oferecendo o serviço, e ganhar o seu dinheiro, certifique-se que você tem as qualificações necessárias, para fazer o trabalho que se propõe. Se você quer ser um consultor de informática, por exemplo, certifique-se que você está atualizado e tem o conhecimento das tendências e mudanças nessa área específica.
  • Eu sou organizado o suficiente para se tornar um consultor?Eu gosto de planejar o meu dia? Eu sou um especialista, quando se trata de gestão de tempo? Se as repostas para essas perguntas foi sim, você pode estar no caminho certo.
  • Eu gosto de fazer networking?Networking é fundamental para o sucesso de qualquer tipo de consultoria. Começar a construir sua rede de contatos imediatamente é sua primeira missão. Se não gostar de se relacionar com pessoas de diferentes perfis e pontos de vista diferentes do seu, talvez essa não seja uma boa ideia.
  • Eu tenho metas de longo e curto prazo?Elas permitem-me se tornar um consultor de sucesso? Se seus objetivos não coincidem com o tempo e energia que leva para iniciar e com êxito construir um negócio de consultoria, então reconsidere essa opção, antes de fazer qualquer movimento nessa direção!

Embora você possa ser um consultor em praticamente qualquer campo do conhecimento, nos dias de hoje, existe algumas áreas onde essa atividade têm demonstrado boa aceitação, maior desempenho e retorno financeiro. Essas áreas de consultoria incluem:

  1. Contabilidade: Contabilidade é algo que toda empresa precisa, não importa quão grande ou pequena ela seja.Contabilistas podem ajudar uma empresa com todas as suas necessidades contábil/financeiras. 
  1. Publicidade: Este tipo de consultor é normalmente contratado por uma empresa, para desenvolver uma boa campanha publicitária estratégica ou definir um plano de trabalho nessa área. 
  1. Auditoria: Desde de consultores, que auditam contas de serviços para as pequenas empresas, a consultores que lidam com grandes contas das maiores empresas da Fortune, que são obrigadas por lei a auditarem seus balanços, todos têm espaço nesse mercado. 
  1. Negócio: Você sabe como ajudar uma empresa dar lucro?Se você tem um bom negócio, que dar resultados, então você vai fazer bem o trabalho, como um consultor de negócios. Depois do segmento de informática, a área de negócios é que mais precisa de consultores. 
  1. Elaboração de textos/artigos/relatórios: A maioria da pessoas e das pequenas empresas não sabe fazer isso de forma satisfatória, assim esse segmento inclui muitas oportunidades. 
  1. Aconselhamento de carreira: Com mais e mais pessoas que estão desempregadas ou que correm o risco de perderem seus empregos, os consultores de carreira estão sempre abarrotadas de demanda.Os conselheiros de carreira orientam seus clientes em uma profissão ou trabalho que irão ajudá-los a serem felizes e produtivos como empregados. 
  1. Comunicação: consultores de comunicação são especializados em ajudar as pessoas de modo geral, a se comunicar melhor umas com as outras. Isso torna esse segmento de negócio muito atrativo. 
  1. Computação/Informática: o software ao hardware, falta conhecimento técnico para 99% das pessoas que precisam usá-los. Essa realidade, faz com que a consultoria nesse segmento, seja a de maior demanda e uma das de melhores remunerações. 
  1. Serviços Editoriais: Da produção de boletins informativos, livros, revistas, periódicos ou os relatórios anuais de empresas, consultores que são especialistas na área editorial tem sempre espaço de trabalho. 
  1. Procurar empresas/Headhunter executivos: Apesar dessa demanda não ser para todos e um pouco restrita, há sempre pessoas e empresas que gostam de encontrar talentos para empregadores de modo geral. 
  1. Jardinagem: Na última década, a demanda por consultores de jardinagem floresceu (trocadilho intencional).Não são apenas as empresas que contratam consultores de jardinagem, mas principalmente as pessoas que estão ocupadas demais para cuidar de seus jardins em casa. 
  1. Licitações/Leilões/Pregões: Se você tem conhecimento nessa área, conhece as regras referentes a legalidade das compras governamentais e é capaz de orientar quem precisa disso, você pode cobrar o que quiser por esse tipo de consultoria, por que tem quem pague. 
  1. Recursos humanos: Enquanto as empresas tiverem problemas de pessoas (e elas vão sempre ter), consultores desta área irão desfrutar de uma fonte interminável de clientes corporativos, grandes e pequenas. 
  1. Seguro: Todo mundo precisa de seguro, e todo mundo precisa de um consultor de seguros para ajudá-los a encontrar o melhor plano e preços para eles. 
  1. Marketing: Você pode ajudar uma empresa a escrever um plano de marketing?Ou você tem ideias que você sente que podem ajudar a promover um negócio? Se assim for, por que não tentar a sua sorte como um consultor de marketing? 
  1. Gestão de folha de pagamento: Todos têm de que receber o pagamento, pelo menos os empregados. Ao usar seu conhecimento e experiência na gestão de folha de pagamento, você pode fornecer este serviço para muitas empresas, grandes e pequenas. 
  1. Relações Públicas: Conseguir uma boa cobertura de imprensa para qualquer organização ou pessoa é uma verdadeira arte.Quando uma organização encontra um bom consultor RP, é provável que ela o mantenha para a vida toda. 
  1. Publishing:Se você está interessado no campo editorial, em seguida, aprender tudo o que puder sobre ele, você pode ser um consultor editorial.Um consultor de publicação, ajuda novos empreendedores, quando estão prontos para lançar um novo jornal, revista, periódico ou até mesmo sites e boletins eletrônicos. 
  1. Os impostos:No Brasil, um consultor tributário ou de impostos para empresas é como um médico ou advogado para um cidadão comum, em algum momento da vida, vai precisar de um. Um consultor fiscal aconselha as empresas sobre os métodos legais para pagar a menor quantidade de impostos possível. 
  1. Os serviços de escrita:qualquer coisa relacionada com a palavra escrita será sempre em demanda.Encontre a sua especialidade no campo da escrita, e o céu será o limite. 

Por que uma organização contrata um consultor?

De acordo com uma pesquisa recente, as dez razões principais por que as organizações contratam consultores são:

1. Um consultor pode ser contratado por causa de sua experiência

Aqui, é onde vale a pena, não só ser realmente bom, no campo que você escolheu para consultar, mas principalmente se você tem uma experiência comprovada na área em questão, algum tipo de história que fala por si só.

2. Um consultor pode ser contratado para identificar problemas

Às vezes os funcionários estão muito perto de um problema, dentro de uma organização para identificá-lo. Ai é quando um consultor chega em seu cavalo branco para salvar o dia ou que sabe até a empresa.

3. Um consultor pode ser contratado para completar a equipe

Às vezes, uma empresa descobre que pode ganhar milhares de reais por mês, com a contratação de consultores, quando eles são necessários, em vez de contratar funcionários em tempo integral. As empresas percebem que poupam dinheiro adicional, por não ter que pagar os benefícios para os consultores que eles contratam. Mesmo que os valores pagos a um consultor, sejam mais elevadas do que o salário de um empregado, a longo prazo, ele representa uma diminuição no passivo trabalhista da empresa.

4. Um consultor pode ser contratado para atuar como um catalisador

Ninguém gosta de mudanças, especialmente na área corporativa. Mas às vezes, a mudança é necessária, e um consultor pode ser contratado para “fazer a bola rolar.” Em outras palavras, o consultor pode fazer coisas, sem se preocupar com a cultura corporativa, o moral dos funcionários ou outros problemas, que ficam no caminho, quando uma organização está tentando instituir a mudança.

5. Um consultor pode ser contratado para fornecer objetividade

Quem é mais qualificado para identificar um problema do que um consultor? Um bom consultor fornece um objetivo, um ponto de vista fresco e isento, sem se preocupar com o que as pessoas na organização pode pensar sobre os resultados e como eles foram alcançados.

6. Um consultor pode ser contratado para ensinar

Nos dias de hoje, se você é um consultor de informática que pode mostrar aos funcionários como dominar um novo programa, isso lhe abrirá caminhos. Um consultor pode ser contratado para ensinar aos funcionários, qualquer coisa que a empresa precise ensinar e não tenha um empregado com aquela qualificação. No entanto, um consultor deve estar disposto a procurar descobertas na sua área de especialização e estar pronto para ensinar aos novos clientes o que eles precisam para se manter competitivo.

7. Um consultor pode ser contratado para fazer o “trabalho sujo”

Vamos ser honestos: Ninguém quer ser a pessoa que tem de fazer cortes no pessoal, eliminar uma divisão inteira ou até fechar um empresa ou unidade de negócios. Por isso, muitas empresas contratam consultores para fazerem esse trabalho.

8. Um consultor pode ser contratado para trazer nova vida a uma organização

Se você é bom em criar ou ter novas ideias que funcionam, então você não terá qualquer dificuldade em encontrar clientes. Em um momento ou outro, a maioria das empresas precisa de alguém para administrar os “primeiros socorros” para fazer as coisas rolarem novamente, para dar um novo ânimo a equipe.

9. Um consultor pode ser contratado para criar um novo negócio

Muitas empresas buscam consultores com determinadas expertises para ajuda-las a entrar em um novo negócio ou segmento de mercado. Há consultores que se tornaram especialistas neste campo. Nem todos, porém, tem a capacidade de conceber uma ideia, desenvolver um plano e implantá-lo do início ao fim.

10. Um consultor pode ser contratado para influenciar outras pessoas

Você gosta de sair com os ricos e famosos em sua cidade? Se assim for, você pode ser contratado para fazer um trabalho de consultoria, simplesmente com base no que você sabe. Embora a maioria dos consultores neste campo, estão trabalhando como lobistas, tem havido um aumento no número de pessoas que entram no negócio do consultoria do entretenimento e até de novos produtos.

Localização, investimento e funcionários

No primeiro momento, seu negócio de consultoria provavelmente não vai exigir um grande investimento de capital financeiro e de pessoas. Assim, há muitas vantagens em ter um escritório de consultoria em casa. Entre elas estão:

  • Gastos gerais baixos.Você não terá que se preocupar em pagar o aluguel ou comprar móveis e utilitários para um escritório. Isso pode ser feito depois que você estabelecer uma base de clientes regular.
  • Há pouca dúvida de que manter o escritório de consultoria em casa dá-lhe uma grande flexibilidade. Você pode definir suas próprias horas, e ter tempo administrado da forma que precisar dele.
  • Maior qualidade de vida.Para qualquer um que teve que se locomover de um lado para outro, principalmente na hora do rush, sabe como é bom não ter que passar por isso todos os dias.

Funcionários

Quando você abrir as portas da sua empresa de consultoria, você deve ser capaz de lidar com todas as fases da operações inicialmente. A contratação de funcionários para lhe auxiliar deve se dá de forma gradativa, de acordo com o crescimento do negócio. E esses funcionários basicamente serão para as áreas administrativa, de apoio e logística, já que o trabalho de consultoria em grande parte vai ser feito por você mesmo.

Remuneração

Depois de tomar decisão de abrir seu negócio de consultoria, você precisa definir quanto vai cobrar de seus clientes. Se você cobrar muito pouco, você não vai ter sucesso nos negócios. Se você cobrar muito, você não terá nenhum cliente. Assim, como você encontrará o meio termo que parece justo para todos os envolvidos? Uma maneira de ajudar a decidir quanto cobrar é verificar quanto seus concorrentes estão cobrando. Vale a pena fazer uma pesquisa sobre o assunto. Um simples telefonema, pedindo uma proposta pode resolver isso. Em seguida, defina sua remuneração de modo que você tenha preços competitivo em relação a todos os outros consultores da sua área, porém sem sacrificar seus ganhos.

A sua remuneração pode se dá por hora, por período, por projeto, por meta, ou até mesmo um percentual do resultado alcançado.

Uma outra opção é você desenvolver soluções ou serviços específicos e transformá-los em produtos. Essa estratégia agrega valor para o serviço de consultoria e aumenta substancialmente seus ganhos. Além de tangibilizar o serviço, que é um dos principais problemas enfrentados pelos consultores.

Marketing

Se a sua empresa de consultoria não tem clientes, então você não tem nenhum negócio de consultoria. Mas é preciso lembrar, que a venda de seus serviços de consultoria não é o mesmo que vender um carro ou uma casa. No caso do carro ou da casa, o cliente, provavelmente, já está no mercado para um ou ambos os produtos. Seu trabalho, então, torna-se mais difícil, porque você está no mercado com seus serviços, mas as pessoas podem não saber ou até estar cientes de que precisam desses serviços.

Há uma variedade de métodos que você precisa, para se tornar familiar e confortável com a fim de começar a atrair e manter clientes. Para isso, se você não for um especialista em marketing, recomendo a contratação de um consultor de marketing, para lhe ensinar o caminho das pedras.

Mercado alvo

Sua ideia pode, ser a melhor coisa que você já pensou, mas é preciso haver um mercado para suas ideias. Alguém deve estar disposto e capaz de pagar pelo seu aconselhamento especializado.

Em outras palavras, quem são seus clientes potenciais? Você vai comercializar seus serviços de consultoria para grandes corporações? Ou você vai oferecer uma especialidade que só seria de interesse para empresas de pequeno porte? Ou seus potenciais clientes serão organizações sem fins lucrativos? Seja qual for o caso, antes de ir para a frente, certifique-se de passar algum tempo para preparar um plano de negócios e um plano de marketing. Você não vai ficar desapontado com os resultados – especialmente quando os clientes começarem a pagar-lhe pelos seus serviços.

O mercado de Consultoria nos EUA

Em 2014, somente o setor de consultoria de gestão gerou cerca de 143 bilhões de dólares em receitas. Consultores de gestão geralmente aconselham as organizações sobre como melhorar o seu desempenho.

O Futuro da Consultoria

Estudos mostram que o mercado de consultoria global até 2.020 pode ultrapassar meio trilhão de dólares de faturamento anual no mundo. E a grande tendência para esse setor é sua migração para o ambiente online. A maior parte das consultorias mundo afora, prestarão seus serviços de forma remota, longe dos locais, onde se encontram seus clientes. O uso de tecnologias da informação via internet é o grande caminho para esse setor.

Por: Sebastião Barroso Felix  

#6 hábitos de milionários para você aplicar em sua vida
#Crise econômica leva família a comprar no atacado, mostra estudo recente

Olá deixe seu comentário aqui