#O maior problema dos bancos não são as fintechs – é a Amazon

Embora as fintechs sejam inovadoras, ainda não têm tamanho para ameaçar as grandes instituições financeiras, o que as gigantes de tecnologia têm de sobra

São Paulo – Quando surgem fintechs como o Nubank ou novos bancos digitais, muitos acreditam que eles serão o fim dos bancos. No entanto, uma pesquisa do Fórum Econômico Mundial descobriu que o maior risco para as instituições financeiras não são as startups.

(mais…)



#Os dois tipos de lojas que devem sobreviver à revolução do varejo

A ascensão do comércio eletrônico é inevitável, mas dois tipos de lojas físicas ainda têm futuro, diz líder da unidade de consumo americana do Goldman Sachs

São Paulo – O varejo nunca mais será o mesmo.

A ascensão do comércio eletrônico é inevitável, mas dois tipos de lojas físicas ainda têm futuro, diz Matt Fassler, líder da unidade de consumo americano do Goldman Sachs, em um podcast recente do banco.

(mais…)


#Cervejaria dos EUA lança cerveja com maconha

Para experimentar a bebida sem ser preso, é preciso viajar para a Califórnia

Com a legalização da maconha em diversos estados americanos, o mercado do produto começa a se expandir.

Com os estudos sobre o produto e suas propriedades, perceberam que é possível utilizar da cannabis para fins distintos: da famosa erva recreacional — aquela que dá barato — até comidas com os efeitos medicinais, que podem ser encontradas nas dispensaries, loja habilitadas a comercializar a maconha e derivados.

(mais…)



#Consumo colaborativo cresce e 40% das pessoas trocam hotel por casa de terceiros

De acordo com o estudo, 79% dos consumidores disseram que a economia compartilhada torna a vida mais fácil

Uma pesquisa inédita do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que o consumo colaborativo vem crescendo no país. Segundo a pesquisa, 40% dos brasileiros, por exemplo, já trocaram a hospedagem em hotel por casas de terceiros.

(mais…)


#Empresário cria sistema de água mineral em residência “por assinatura”

Como outra alternativa aos tradicionais galões e garrafas de água, o pernambucano Henrique Hissa desenvolveu em 2002 o Sistema Blu

O conceito de serviços por assinatura vem sendo cada vez mais adotado em novos negócios de diferentes nichos do mercado. Já é comum consumir música, filmes e programas de TV dessa maneira, então, por que não adquirir um recurso vital, como água mineral, também por assinatura? Essa foi uma das ideias que o empresário pernambucano Henrique Hissa, 45, desenvolveu e nomeou de Sistema Blu.

(mais…)





#Mitos e verdades sobre a lei de recuperação judicial de empresas

Especialistas em reestruturar empresas em crise esclarecem dúvidas sobre a legislação que permite renegociação de dívidas

Após dois anos seguidos de recessão econômica no Brasil, muitas notícias alertam para o fato de empresas estarem pedindo recuperação judicial. Não raro, as manchetes introduzem o assunto com frases como “a beira da falência” ou “quase quebrada”.

(mais…)


#Por onde anda Ricardo Semler?

Executivo diz que corporações precisam se livrar do modelo fordista para dar liberdade para os funcionários trabalharem e inovarem

O executivo conhecido e reconhecido pela revolução corporativa e de gestão que promoveu dentro do Grupo Semco nos anos 80, Ricardo Semler tem um diagnóstico preciso sobre os dilemas enfrentados atualmente pelas companhias.

(mais…)



#Como identificar oportunidades de negócios em um segmento de mercado

Existe várias formas de realizar uma pesquisa mercadológica para identificar o nível de concorrência de um setor, segmento de mercado ou um determinado ramo de atividade. Eu mesmo já utilizei várias estratégias para descobrir o nível de concorrência entre alguns setores em várias pesquisas que realizei nos últimos 25 anos. Ao longo do tempo, contudo acabei descobrindo, que não é necessário ser um especialista na área de marketing e pesquisa de mercado, para realizar com sucesso e de forma rápida a missão de descobrir oportunidades de negócios em diversos setores empresariais.

(mais…)


#Teste aponta irregularidades em seis marcas de água de coco

Em análise da Proteste, 6 marcas de água de coco apresentaram irregularidades em relação à veracidade de informações nos rótulos

Em um novo teste de qualidade realizado pela Proteste, seis marcas de água de coco – Do Bem, Kero Coco, Obrigado, Coco do Vale, Sococo e Ducoco – foram avaliadas quanto à presença de conservantes, quantidade de sódio, adição de açúcar e a veracidade das informações nas embalagens. De acordo com os resultados divulgados, todos os produtos testados apresentaram algum tipo de irregularidade.

(mais…)





#Mercado global de cerveja artesanal deve chegar a US 502,9 bilhões em 2025

Espera-se que o mercado global de cervejas artesanais atinja US 502,9 bilhões em 2025, de acordo com um novo relatório da Grand View Research, Inc. Espera-se que o mercado assuma um crescimento substancial ao longo do período de previsão em função da crescente demanda por produtos de baixo teor de álcool em volume (ABV) e cerveja aromatizada.

(mais…)



#5 canais que devem ser essenciais para o varejo até 2020

Especialista lista os canais que são oportunidades para o varejo comercializar produtos e serviços com o auxílio da tecnologia. Sim, eles já existem

A digitalização da sociedade traz uma nova dinâmica. No Brasil, 58% da população utiliza internet, sendo que 90% destes o fazem por meio de dispositivos móveis, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

(mais…)



#3 dicas de Vicente Falconi para sua empresa se diferenciar

Segundo o consultor, nem sempre é preciso inovar para alcançar metas

Para uma empresa se diferenciar, é preciso ter liderança, conhecimento técnico e gestão, defende Vicente Falconi. Esses três pilares estão extremamente ligados, e não é tão difícil implementá-los quanto parece. Em palestra durante o Expert 2017, evento de investimentos, o consultor em gestão afirmou também que um ponto importante para fazer esse sistema funcionar é estipular metas. “A meta é aquilo que cria o esforço que tem de ser feito para chegar lá”, afirmou. Mas há uma dificuldade: “Quando você estipula uma meta, cria-se um problema. Mas esse é o tipo de problema que é bom, pois você tem controle sobre ele. Ruim é o problema que cai no seu colo”, brincou Falconi.

(mais…)


#Jorge Paulo Lemann tira 8 dúvidas de empreendedores brasileiros

Se você pudesse ter sua pergunta respondida por Jorge Paulo Lemann, o que perguntaria? Alguns empreendedores apoiados pela Endeavor tiveram essa oportunidade. Confira aqui as respostas que Jorge Paulo deu

No que Jorge Paulo Lemann gostaria de empreender se estivesse começando hoje? Como ele decide seus investimentos? O que ele enxerga como força ou como fraqueza no Brasil? Neste ano, empreendedores brasileiros apoiados pela Endeavor tiveram a oportunidade de fazer essas perguntas para um de seus colegas mais notórios.

(mais…)


#Varejo tem de se reinventar para crescer

A empresa é feita de gente. Os funcionários olham para 10% do que a gente fala, mas prestam atenção a 90% das nossas ações”, afirma Belmiro Gomes, presidente do Assaí, rede de atacarejo do Grupo Pão de Açúcar. À frente de um negócio que soma milhões de transações, Gomes afirma que a liderança deve servir de inspiração para quem trabalha na empresa. “Você lidera pelo exemplo”.


#Aposta no e-commerce faz ação do Magazine Luiza saltar 550% em um ano

Papéis, que já valeram R$ 7,79, hoje são negociados no mercado na faixa dos R$ 240; vendas pelo celular e plataforma aberta para outras lojas impulsionaram crescimento

Em menos de dois anos, as ações do Magazine Luiza saltaram de menos de R$ 10 para a faixa dos R$ 240. Mesmo em um cenário particularmente difícil para o varejo, com consumidores comprando menos por conta da queda da renda do trabalhador, a empresa conseguiu uma valorização de cerca de 550% nos seus papéis nos últimos doze meses, até o fechamento dos negócios na Bolsa nesta quarta-feira, 21. Uma das principais explicações para as mudanças é o investimento do presidente Frederico Trajano em e-commerce.

(mais…)



#Mais demissões. Mais fechamentos de lojas. Acabou o jogo para a Sears?

As notícias da Sears são cada vez mais sombrias. Existe uma luz no final do túnel – ou esta é apenas a liquidação mais lenta da história de um varejista?

Poucas pessoas fora das filas executivas da Sears Holdings tem otimismo em relação a empresa hoje em dia.

O varejista era uma vez não apenas um nome familiar – literalmente colocava seu nome em casas. Foi pioneira na venda a varejo direto para casa e loja de departamentos e vendeu tudo, desde roupas e máquinas de lavar a carros e casas. Mas, em 2017, os clientes vêem as lojas fechando gradativamente, enquanto os analistas e outros observadores vêem uma empresa em liquidação em câmera lenta rumo a falência.

(mais…)



#Lojas Renner já é quase do tamanho da Macy’s

Sem fazer alarde, a brasileira Lojas Renner já é quase do tamanho da Macy’s, uma das maiores redes de departamento dos EUA. É o que se vê quando se coloca frente a frente o valor de mercado das duas companhias. O total de ações da brasileira equivale a R$ 19,549 bilhões ou US$ 5,9 bilhões. Já a rede americana totaliza um valor de mercado de US$ 6,8 bilhões, apenas 10,7% acima da varejista brasileira.

(mais…)




#Quem é Whole Foods, a rede de supermercados, queridinha da América que a Amazon comprou por US 13,7 Bilhões

Whole Foods Market Inc. é uma cadeia de supermercados americano que comercializa exclusivamente alimentos sem conservantes, corantes, saborizadores artificiais, adoçantes e gorduras hidrogenadas artificiais.

É o primeiro supermercado orgânico certificado dos Estados Unidos, o que significa que garante, os padrões do Programa Orgânico Nacional, a integridade orgânica dos produtos heterogêneos desde o momento em que chegam às lojas até serem colocadas em um carrinho de compras. A empresa também vende muitos alimentos e produtos orgânicos certificados pelo USDA que visam ser ambientalmente amigáveis ​​e ecologicamente responsáveis.

(mais…)



#J&F coloca empresas à venda e quer arrecadar R$ 8 bilhões, diz agência

Informação consta de relatório divulgado pela Standard & Poor’s

O grupo J&F, controlado pelos irmãos Wesley e Joesley Batista, planeja vender empresas que somam R$ 8 bilhões no curto prazo. Dois ativos já estão em processo de venda: a Vigor Alimentos, e as linhas de transmissão de energia. Além disso, a holding analisa vender a Eldorado, empresa de celulose, a Alpargatas, dona das marcas Havaianas e Osklen, e a Flora, de produtos de limpeza.

(mais…)




#Supermercado vende apenas alimentos que seriam jogados fora

Em Colônia é aberto o primeiro mercado na Alemanha que vende somente produtos vencidos ou que seriam desperdiçados. Objetivo não é o lucro

O primeiro supermercado alemão a vender somente produtos vencidos ou que seriam jogados fora foi aberto na cidade de Colônia. De idosos curiosos a comprometidos contra o desperdício de alimentos, todos que foram ao mercado The Good Food, inaugurado em 4 de fevereiro, mostraram-se animados pela abertura de uma loja diferente de tudo que já tinham visto.

(mais…)


#Supermercado recolhe carne da JBS após investigação de trabalho escravo

Loja britânica de alto padrão aguarda investigação; JBS no Brasil e seu escritório no Reino Unido não comentaram o caso

Um dos maiores supermercados do Reino Unido retirou das prateleiras carne enlatada da brasileira JBS, após investigação conduzida por um jornal sinalizar que o produto poderia vir de fazenda brasileira suspeita de utilizar trabalho escravo.

(mais…)



#Walmart testa entregas feitas por funcionários voluntários

O programa de entrega é voluntário para funcionários das lojas e permite que eles se inscrevam para um máximo de 10 entregas por dia

Estados Unidos – O Walmart está testando um programa que permite que funcionários da loja entreguem os pedidos encomendados no site após terminarem o expediente, enquanto tenta encontrar formas de acabar com a distância com a rival Amazon.com.

(mais…)


#Crise na JBS favorece a BRF

Desde a divulgação da delação premiada dos irmãos Batista, a BRF ganhou já R$ 2,5 bilhões em valor de mercado

O inferno astral da BRF pode ter chegado ao fim de maneira inesperada. Após reportar prejuízos inéditos nos últimos trimestres e perder R$ 24,7 bilhões em valor de mercado desde 2015, a companhia voltou ao radar dos investidores por causa da crise que abalou a JBS, a maior rival. Desde a divulgação da delação premiada dos irmãos Batista, a BRF ganhou já R$ 2,5 bilhões em valor de mercado e suas ações registraram na segunda-feira a maior alta – 6,06% – desde julho de 2016.

(mais…)