#Como aumentar as vendas das carnes suínas

Os cinco grupo de cortes

Do ponto de vista da organização da comercialização e da relação com o consumidor, é preciso o varejista criar um sistema que permita selecionar os indivíduos conforme sua área de interesse. Por exemplo, para determinados nichos de consumidores, mais importante é a eliminação da gordura. Para outros, o fundamental é o sabor que a própria gordura pode proporcionar ao irrigar a carne durante a cocção. Por outro lado, a loja deve se preocupar em não desestimular quem já usa a carne suína nas ocasiões festivas.

Pelo contrário, a loja deve oferecer um leque maior de opções para essa finalidade. Mas, é indispensável também a loja buscar formas de mostrar que a carne suína pode ser consumida da forma mais leve e saudável possível, sem qualquer traço de gordura. E de forma fácil e simples que permita o seu consumo no cotidiano das pessoas.

Para transformar esse conceito numa forma de fácil apresentação do produto no balcão expositor do supermercado e, ao mesmo tempo, facilitar a comunicação com o cliente final orienta-se o varejista criar na exposição da seção de trabalho cinco grupos de cortes:

  1. CORTES MAGROS
  2. GRILL
  3. FORNO
  4. CORTES UNIVERSAIS
  5. CHURRASCO

A carne suína precisa ser trabalhada para agregar valor, o supermercadista não pode simplesmente pegá-la e colocá-la no balcão de qualquer jeito e esperar o cliente pedir.

E, para cada uma destas seções, devem ser criadas receitas específicas. Fáceis de preparar, saborosas e nutritivas. As receitas podem ser visualizadas no e-book “como aumentar as vendas das carnes suínas – os cinco grupos de corte” disponível gratuitamente para download no site: http://revistadovarejista.com.br/ebook-carnes-suinas-2/

Acompanhando a variedade e a praticidade dos cortes, na sua apresentação é importante explorar o seu apelo visual. Etapa importante da campanha para aumento da venda de carne suína é o desenho do balcão refrigerado onde a seção com os vários grupos de cortes sejam percebidas ao mesmo tempo pelo cliente. Um dos elementos mais importantes para a ampliação das vendas, aliás, é a ocupação inicial de um espaço do balcão antes reservado a outras carnes – ampliação da área de exposição das carnes suínas.  Essa estratégia por si só já representará um impulso natural nas vendas, funcionando como estímulo a todos os elos da cadeia produtiva.

Grupo Pão de Açúcar aumenta em 40% as vendas de carne suína

Os números comprovam o sucesso que os novos cortes de carne suína causaram nos clientes do Grupo Pão de Açúcar de todo o Brasil. Em uma ação espontânea promovida pela rede onde mais de 560 lojas participaram com intuito de ampliar a venda de cortes nobres de carne suína resfriada. Os consumidores acostumados a comprar pernil, costelinha e bisteca se surpreenderam com os nomes nos balcões, como filé mignon suíno, carne moída, prime rib e coroa de costela e dispararam as compras, registrando um aumento de 40%.

Segundo o gerente comercial nacional do Grupo Pão de Açúcar, a ação acontece periodicamente na rede com diversos tipos de proteína e a carne suína foi escolhida pelo crescimento de consumo que veio apresentando no início do ano na maioria das lojas.

Em 2008, a rede foi foco de uma grande Campanha “Um Novo Olhar”, e por algumas semanas teve seus profissionais de açougues capacitados e treinados pela ABCS para desenvolver os diferentes cortes da carne suína.

Por: Sebastião Barroso Felix


Olá deixe seu comentário aqui