#O poder do fracasso – Parte 12

Assista o Vídeo do Programa de Prevenção de Perdas

Os princípios para evitar o fracasso definitivo

Mas como transformar o fracasso em auto realização pessoal e profissional? Como fazer dos infortúnios, das perdas temporárias, oásis de oportunidades e desenvolvimento pessoal? Siga o caminho.

  1. Como transformar o fracasso em auto realização?

 O primeiro passo para transformar o fracasso em sucesso é encará-lo apenas como uma derrota temporária. Não devemos valorizar demasiadamente as derrotas temporárias a ponto de transformá-las em fracassos, tampouco ser transformado em revés permanente.

O fracasso pode representar algo que teve um resultado diferente do esperado e que portanto pode trazer grandes ensinamentos. Com o  fracasso aprendemos o que fizemos de errado e com essa ciência é possível evitá-los da próxima vez. Que o fracasso também nos leva a reflexão sobre os nossos erros, o que nos permite ver as coisas por outros ângulos e buscar novas alternativas para resolvê-los. Devemos encarrar o fracasso como uma oportunidade de aprendizado, de ensinamentos que nos serão úteis pelo resto de nossas vidas.

A definição de objetivos diminui a margem de erro e aumenta a nossa capacidade de reação diante dos resultados negativos. É muito importante não aceitar de forma parcimoniosa o fracasso. O mito da realização individual está associado a nossa capacidade de desenvolver algo ou uma atividade que seja útil aos outros, que possa gerar-lhes benefícios ou que de alguma forma possa ajudar-lhes a resolver seus problemas ou melhorar sua qualidade de vida.

A equação da realização pessoal, portanto, passa pela nossa capacidade de ser altruísta. A realização pessoal e profissional somente é possível quando sua ação está associada a benefícios para terceiros. 

  1. Definição de objetivos

 O sucesso representado pelo poder, a riqueza e bens materiais é a busca constante da maioria dos mortais. Para alguns, a realização pessoal pode ser representado por saúde física e mental, paz de espirito, bem estar e felicidade. Para outros, representa poder e riqueza para si e seus familiares. Infelizmente, a realização pessoal através de todas essas rações, conjuntas ou individuais, ocorre apenas para uma minoria, ou seja, somente alguns poucos, privilegiados conseguem atingir esse objetivo na vida. Muitas pessoas se perguntam: por que fulano ou beltrano é bem sucedido, enquanto uma infinidade de outras pessoas são privadas, não somente da realização pessoal, mas até de suprir suas necessidades básicas de sobrevivência como se alimentar, vestir-se e ter um local para morar? Ou ainda: por que uns trabalham tanto e não conseguem progredir na vida, enquanto outros, não fazem quase nada e conseguem tudo? Por quê determinadas pessoas, mesmo incapacitadas por alguma deficiência física ou doença, desenvolvem atividades produtivas e não dependem de ninguém para viver, enquanto outras com total sanidade física e mental, gozando de todos os privilégios de um ser perfeito, perambulam pelas ruas como pedintes e vivem da bondade dos outros.

A resposta para essas perguntas não é simples, mas pode ser tranquilamente entendida através de explicações lógicas à cerca dos motivos ou princípios que levam o indivíduo a realização pessoal ou ao fracasso. Para ser bem sucedido pessoal ou profissionalmente cada indivíduo tem inicio com a definição dos seus objetivos. A definição dos objetivos é o primeiro degrau de uma longa escada para se alcançar o sucesso. Sem a existência de objetivos claros e bem definidos não é possível chegar a lugar algum, simplesmente, porque não existem metas, nem planos para serem colocados em prática. Tal como o dito popular, que diz: para um barco sem rumo, qualquer vento é bom, assim é para os indivíduos sem objetivos na vida, onde qualquer lugar que chegarem está de bom tamanho.

A definição de objetivos na vida pessoal e profissional traz inúmeras vantagens, entre elas a especialização, a otimização do tempo e do dinheiro, o reconhecimento de oportunidades, a capacidade de decisão, a cooperação, a consciência do sucesso e a fé.

A especialização é importante, porque através dela o indivíduo adquire o domínio de habilidades específicas aumentando sua capacidade de realização e perfeição na implementação de qualquer atividade; com a definição clara dos objetivos aumenta, significativamente a capacidade dos indivíduos de otimizar seu tempo na execução de tarefas, bem como, na forma como empregam seus recursos financeiros; saber reconhecer as oportunidades é fator chave para ser bem sucedido na vida e nos negócios, entretanto, fazer isso de forma positiva depende de saber exatamente o que se quer da vida; saber onde chegar facilita sobremaneira, tomar decisões rápidas e com grau elevado de acerto, a definição clara de objetivos ajuda a cooperação mútua entre as pessoas, já que aumenta a conscientização da dependência entre os indivíduos na execução de determinadas ações; ter clareza de propósitos e enxergar o lugar onde se pretende chegar ajuda a pessoa ter maior consciência do que representa ser bem sucedido em termos de ganhos e perdas; finalmente a clareza de objetivos ajuda na criação da crença, que fortalece o espirito e o desejo da realização, que por sua vez aumenta a fé de alcançá-los com a mesma certeza de que dois mais dois são quatro.

A definição de objetivos claros, também favorece no desenvolvimento do entusiasmo, da iniciativa, da autodisciplina, da criatividade e da autoconfiança, todas, condições indispensáveis para alcançar a auto realização pessoal e profissional. Em conjunto, esses fatores contribuem para alimentar nosso subconsciente e fortalecer nossa capacidade de ação, pois é através dela e somente com ela que alcançaremos nossos sonhos! A definição de objetivos e a busca constante da sua realização, também fortalece o hábito, que leva a persistência que por sua vez o conduz a ação na busca da realização dos objetivos, num ciclo virtuoso altamente positivo.

O importante não é o tamanho ou a qualidade dos seus objetivos, mas a capacidade que você tem de transformar isso em planos e ações práticas, através da crença e da convicção da sua efetiva realização. Da mesma forma, como não importa quantas derrotas tenha sofrido na busca da realização pessoal, desde que as veja como fracassos temporários.

Todo trabalho ou atividade que qualquer indivíduo fizer de forma ética e moral no intuito de alcançar seus objetivos não deve ser motivo de vergonha ou de sentir-se menor, pois em algum momento a sociedade saberá reconhecer isso.

  1. Crença e fé para atingir seus objetivos

 Muitas vezes nos deparamos com situações de realização pessoal e nos negócios de determinadas pessoas que não podem ser explicadas racionalmente. Por que duas ou mais pessoas se associam em um empreendimento e anos depois, após muitos altos e baixos alguns deixam o negócio e um deles fica, se sobressai e acaba sendo bem sucedido? Como um pequeno empreendimento, inciado como um hobby ou como forma de preencher o tempo de alguém que não tinha o que fazer, se transforma em um grande negócio, com faturamento de milhões de reais por ano? Como alguém com baixa escolaridade e sem muita perspectiva de se dar bem na vida, pode sair da condição de empregado de baixa remuneração e torna-se empreendedor bem sucedido em um curto espaço de tempo? Com certeza todos nós já nos deparamos com pessoas, cujo o triunfo parece estar sempre ao seu lado e por vezes nos perguntamos, como ela chegou lá, apesar de sua aparente ignorância e falta de pretensão? O que pensar então a respeito da forma como muitas riquezas foram construídas e outras destruídas? Ou ainda, tentar entender como àquele garoto tímido, desajeitado e com “pouca capacidade de aprendizagem”, colega de ginásio, se transformou em um homem de sucesso da TV, do mundo dos esportes ou das ciências? Todas essas questões podem ser respondidas e compreendidas, após uma análise da capacidade e do volume de crença e fé de cada uma dessas pessoas para atingir seus objetivos. Nem mais, nem menos, somente isso.

A crença é a convicção da verdade em relação a alguma proposição, ação, situação ou coisa.  Fé é um estado de espirito que emana da crença da existência de uma força superior, que interfere positiva ou negativamente nos nossos atos, nas nossas atitudes, enfim, na nossa vida. A fé como parte integrante da conquista da realização pessoal, deve ser ativa e não passiva. A crença é o resultado de um estado de coisas como a observação, a experimentação, o sentimento, a prece, a meditação e o pensamento. A busca do conhecimento de uma força superior pode ser feita no universo exterior e dentro de nós mesmos. A busca da força superior ou inteligência infinita no mundo exterior pode ser vista e compreendida em todas as coisas que ajudam a melhorar nossa qualidade de vida, desde de automóveis, aparelhos celulares, de TV, computadores, até remédios e vacinas, que aumentam nossa expectativa de vida e evitam sofrimentos e mortes prematuras, evidenciando assim, a impossibilidade da existência dessas coisas sem a interferência de um ser supremo. Da mesma forma, que o mundo interior, através da nossa consciência e convicções espirituais nos impulsiona a descobrir, abraçar, desenvolver e disseminar idéias, que por vezes, alteram a nossa forma de vida e de outras pessoas.

 A mente é a senhora de todos os destinos. Se a mente de qualquer indivíduo, acha que pode alcançar determinados objetivos, com certeza, poderá alcançá-los. Assim, se a sua mente acreditar na força de um ser supremo e conceber, crença e fé na interferência desse ser na realização de seus objetivos, eles serão alcançados. Mas cuidado, não basta apenas dizer que tem fé, é preciso praticá-la e cultivá-la, para isso, libere sua mente de pensamentos negativos e destruidores como a pobreza, o medo das doenças, da velhice, da morte e a desarmonia. Não deixe que os medos limitem sua capacidade de fé. primeiro porque abre espaço, para que a mente se encha de pensamentos construtivos; segundo porque como senhora do destino – a mente, se encarregará de materializar aquilo que está sendo objeto do pensamento do indivíduo.

 Para atingir seus objetivos é preciso crer que isso pode acontecer e ter fé na inteligência infinita, que lhe dará as ferramentas necessárias para desenvolver as ações em busca da efetivação desses objetivos, entretanto, é importante, seguir alguns passos, tais como: definir claramente seus objetivos; confirmar todos os dias seus objetivos, através da repetição para si mesmo da sua real efetivação; associar seus objetivos com as motivações básicas do ser humano como riqueza, amor e reconhecimento; listar todas as vantagens relacionadas com seus objetivos e se convencer da sua importância na melhoria de sua vida; compartilhar seus objetivos com outras pessoas da sua confiança e que acredite que possam ajudá-lo nos momentos de fraqueza; dar um passo, por menor que seja, todos os dias em direção ao seus objetivos; usar outras pessoas bem sucedidas como benchmarking; reforçar os seus pensamentos positivos, através de livros, frases, filmes, outros objetos que simbolizem os seus objetivos; encarrar de frente todas as circunstâncias adversas que possam dificultar o alcance dos seus objetivos e finalmente, ter consciência de que tudo tem um preço, e todo o esforço que dedicar na direção de seus objetivos valerá a pena.

  1. Destaque-se da multidão – seja diferente!

 Por que admiramos determinadas pessoas da nossa sociedade? Por que nos impressionamos com a forma de ser e de agir de indivíduos do nosso convívio? Por que gostamos de estar ao lado de pessoas que parecem ser “diferentes”, cujo o triunfo nos parece atrair? Quantas vezes nos aconselhamos, ou simplesmente trocamos ideia com pessoas que no nosso entender, parecem ser “melhores” que as outras? A resposta para essas perguntas é que essas pessoas, na nossa visão são diferentes da maioria, geralmente se destacam da multidão.

Uma das coisas que podemos acreditar é que não é possível ser bem sucedido fazendo as mesmas coisas e agindo da mesma forma que a maioria das pessoas, é preciso se destacar da multidão e fazer a diferença, e isso só é possível desenvolvendo uma personalidade distinta da maioria e altamente atraente. Ser visto de forma diferente pelos nossos pares não é uma tarefa simples, exige muito esforço e disciplina, entretanto é possível seguir alguns passos para facilitar o alcance desse objetivo, conforme descrito abaixo:

  1. a) Atitude mental positiva – agir de forma positiva em todos os aspectos do cotidiano ajuda a quebrar barreiras que parecem intransponíveis. A atitude mental positiva é a porta de entrada para outras características humanas importantes para tornar a personalidade atraente, entre elas a integridade, a esperança, o otimismo, a coragem, a iniciativa, a fé, a generosidade, a tolerância, a bondade, o tato e o bom senso.
  2. b) Flexibilidade – a capacidade de adaptação as diversas circunstâncias que a vida nos apresenta, significa em última instância, a própria capacidade de ser bem sucedido ou não. Ter flexibilidade, porém, não quer dizer falta de objetivo, pelo contrário, é por ter uma meta bem definida, que é possível traçar caminhos diferentes para chegar até ela.
  3. c) Franqueza e lealdade com os objetivos definidos – Não é possível alcançar a auto realização mudando com frequência seus objetivos de acordo com a direção dos ventos. É preciso demonstrar uma real e permanente dedicação ao seu maior objetivo. Seja sincero, antes de tudo consigo mesmo e veja se seus objetivos estão sendo realmente buscados com toda a sua força e desejo e que os caminhos escolhidos para chegar até eles enobrece sua personalidade a cada passo dado em sua direção.
  4. d) Agilidade na tomada de decisão – na busca de desenvolver uma personalidade forte e atraente não deixe que a indecisão o leve ao fracasso, pelo contrário, faça dela sua aliada, haja com rapidez e jamais deixe para fazer amanhã aquilo que poderia ser resolvido agora, de imediato com a maior prontidão possível. No atual nível de competição empresarial e pessoal, deixar para amanhã o que deve ser feito hoje, pode representar o inicio do caminho para o fracasso. O mundo não vai esperar a sua boa vontade, ele simplesmente passará por cima de você.
  5. e) Cortesia – de todas as qualidades de uma personalidade diferente, é está a de mais fácil implementação e que exige o menor esforço e custo do indivíduo, entretanto é uma das ações mais lucrativas e de resultados mais imediatos. A cortesia nada mais é do que tratar as pessoas da mesma forma que gostaríamos de ser tratados. Se quer ser bem tratado é preciso antes tratar bem os outros.
  6. f) Tato – a vida se distingue em dois momentos básicos: momentos certos e momentos errados. Saber dizer a coisa certa no momento certo é uma das premissas básicas para ser reconhecido como diferente. Ao praticar a cortesia estamos em maior ou menor grau praticando também o tato, as duas coisas caminham juntas.
  7. g) Tom de voz – alguns dizem que os olhos são o espelho da alma, também acredito, que a fala é a porta de saída da nossa personalidade, é através dela que expressamos os mais diversos sentimentos, muitas vezes, de forma inconsciente. Portanto, devemos ter muito cuidado com o que dizemos e como dizemos, nosso tom de voz pode dizer muito das nossas intensões, pretensões, desejos, repúdios, aprovações e desaprovações.
  8. h) Hábito de sorrir – um sorriso frequente e sincero é um tônico que abre as portas do mundo a seu favor. Sorrir encanta, não somente nossos interlocutores, mas nossa alma e influencia positivamente nossa personalidade. O sorriso abranda os problemas e as angústias do cotidiano, elevando nosso espirito ao mais alto nível. Faça do sorriso seu cartão de visita e irá banir toda a desconfiança, a intolerância e a má vontade que encontrar pela frente.
  9. i) Expressão facial – a expressão facial está intimamente ligada ao sorriso e ao tom de voz. Através dela podemos dizer muito de nós mesmos, de nossos pensamentos, atitudes e também saber muito dos outros. Aprenda a controlar a expressão facial e estará também capacitando sua inteligência para interpretar a expressão facial dos seus interlocutores. Ter a capacidade de interpretar os pensamentos e atitudes das pessoas, através de suas expressões faciais pode contribuir muito no alcance dos nossos objetivos definidos.
  10. j) Tolerância – a intolerância é o maior mal da humanidade e praticando ela estaremos ajudando a piorar o mundo onde vivemos. Diga não a intolerância, praticando a cada segundo a disposição de ser justo e paciente com aqueles, cujas opiniões, hábitos e crenças diferem da sua. A tolerância nos permite analisar os fatos pelo o prisma da verdade, da descência, da honestidade, da moralidade e da bondade. Assim, a tolerância nos traz o retorno da boa vontade daqueles que nos cercam, o que significa, maiores chances de alcançar nossos objetivos definidos.
  11. l) Franqueza nos atos e nas palavras – a velha máxima que diz: faça o que eu digo e não faça o que eu faço, não funciona para atingir o objetivo de ser diferente da maioria. Aqui o pressuposto básico é que as ações devem estar integradas com nossas palavras, nosso pensamento, nossa postura e nosso caráter. Não é possível pregar uma coisa e na prática fazer outra totalmente diferente. A coerência é o alicerce da nossa personalidade diferente é a sustentação da forma positiva que as pessoas nos vêem, é o fio condutor das nossas ações e das nossas palavras.
  12. m) Bom humor – o bom humor ajuda na flexibilidade e adaptabilidade das pessoas aos diversos ambientes da convivência humana. O bom humor ajuda na nossa expressão facial e a dar bons sorrisos, que além de ser altamente anti-estressante ajuda a humanizar as pessoas, os ambientes e as situações mais adversas. O bom humor motiva, aumenta a auto-confiança e transgride a formalidade, ajudando o indivíduo a ser percebido como diferente.
  13. n) Crença em uma inteligência superior – a crença e a firmeza de fé faz parte de todas as realizações importantes do homem. Sem crença a maioria das coisas que tornam a nossa vida melhor, não existiriam. Para todos os grandes homens e para todas as grandes ações, a mola propulsora que constituiu sonho em realidade foi a crença e a fé na possibilidade do êxito. Em hipótese alguma, é possível ter uma personalidade atraente e diferente aos olhos dos que nos cercam, sem antes haver crença e fé dessa possibilidade por parte do interessado.
  14. o) Senso de justiça – não é possível ter uma personalidade atraente e diferente aos olhos dos que nos cercam, praticando a injustiça. Somente um senso de justiça aguçado, permite disseminar todos os aspectos positivos de uma personalidade atraente como a fé, o bom humor, a franqueza nos atos e nas palavras e a tolerância, entre outros. Ser justo, não é ser o cara “legal” , que todo mundo gosta, por enes razões, mas sim aquele que pratica a verdade, a honestidade, a lealdade e a equidade entre as pessoas.
  15. p) Controle emocional – muito do que nós somos depende das nossas emoções, elas podem nos levar ao céu ou ao inferno. Nossas emoções estão intimamente relacionadas com nossa atitude mental. Pensar positivamente nos traz emoções igualmente positivas, o contrário, também é verdadeiro. Devemos, portanto, ter controle absoluto de nossa mente, de nossos pensamentos e aspirações. Devemos privilegiar as emoções positivas como o amor, sexo, esperança, fé, compreensão, otimismo e lealdade em detrimento das emoções negativas como o medo, ódio, raiva, cobiça, ciúme, vingança e superstição. A base para o controle emocional é transformar o desejo de sucesso em obsessão e a dedicação total no atingimento do seu objetivo principal.
  16. q) Vivacidade e interesse – todas as pessoas, todas as ações e todas as coisas da vida têm seu lado bom. Procure tirar proveito de todas as coisas boas que o cercam. Demostre total interesse em tudo que for dizer, fazer, ouvir, escrever, comunicar, enfim, em todas a oportunidades que a vida lhe ofereça. Seja capaz de identificar o lado bom de tudo e transformar isso na fonte inesgotável de pressupostos positivos para a criação de uma personalidade diferente.
  17. r) Versatilidade e conhecimentos gerais – saber tudo sobre sua atividade profissional é importante, entretanto, o mundo não se resume apenas naquilo que você conhece do seu negócio. Procure saber um pouco de tudo e mantenha-se atualizado em relação aos principais acontecimentos políticos, econômicos e sociais da sua região, do seu país e do mundo.
  18. s) Goste de gente – querendo ou não, você terá que lidar com gente a cada segundo da sua vida, portanto, transforme uma eventual má vontade ou desagrado de conviver com pessoas em um diferencial positivo da sua personalidade. Até mesmo os animais são capazes de perceber quando as pessoas não gostam deles. Dê aos outros, o mesmo nível de atenção que gostaria de ter das pessoas que o cercam.
  19. t) Espírito esportivo – na tristeza ou na alegria não demonstre entusiasmo exagerado de suas emoções, pois isso, poderá causar desconforto às pessoas em sua volta. O desconforto das pessoas pode levar a uma má vontade de cooperação, o que sem dúvida, atrapalharia qualquer desenvolvimento positivo de ação por sua parte. Portanto, não leve a vida tão à sério e não dê mais importância aos problemas do que eles realmente têm. O espírito esportivo deixará sua personalidade mais atraente e o levará com mais facilidade ao alcance dos seus objetivos.
  20. u) Cumprimento, agradecimento e aperto de mão – nada mais simples na vida de um homem do que um cumprimento de bom dia, boa tarde e boa noite ou um muito obrigado, muito prazer. Apesar de simples, eles são pouco usados no nosso dia-a-dia, por pura falta de hábito. Procure habituar-se a dizer essas palavras em cada oportunidade que houver e perceberá o mundo se abrindo à sua volta. Um aperto de mão e uma saudação honesta são as chaves de abertura de qualquer coração duvidoso, receoso, incrédulo, resistente e com temor. Pratique essas pequenas ações e lentamente, mas de forma sólida, estará se diferenciado da multidão.
  21. v) Atração pessoal – de todas as características que descrevemos para a criação de uma personalidade atraente esta é a única inata, que não pode ser desenvolvida, entretanto, pode e deve ser usada por todos que buscam se diferenciar da multidão. A atração pessoal, nada mais é, do que atração sexual que as pessoas exercem uma sobre as outras. Se usada de forma adequada, a atração sexual serve como alavancador do entusiasmo, da capacidade para demostrar afeto, polir o estilo e o tom de voz, gestos e posturas. Não subestime a capacidade de atração pessoal existente em cada um de nós.
  22. x) Humildade – uma das principais características daqueles que apresentam uma personalidade diferente e atraente é uma certa dose de humildade. Ser humilde é reconhecer que somos uma pequena fragmentação do todo e que por mais importante que sejamos, na essência não somos nada, diante da magnitude que representa o universo. A melhor forma de demonstrar humildade é interessar-se pelos outros, dar atenção e estar disposto a doar-se a qualquer momento. O egoísmo, a vaidade e a arrogância devem deixar de existir no dicionário daqueles que buscam a humildade.

Praticando as ações descritas acima, qualquer pessoa pode tornar sua personalidade atraente e ser percebido como diferente da maioria. Não tem segredo, somente implementando-as é possível criar esse diferencial competitivo, tão importante para a realização pessoal.

  1. Entusiasmo, o combustível do sucesso!

 Como um veículo que precisa de combustível para se movimentar e sair de um ponto à outro, assim é o entusiasmo para a auto realização. Sem entusiasmo para conduzir a iniciativa pessoal, a crença e a fé para a realização pessoal fica quase impossível alcançá-la. A palavra chave para desenvolver o entusiasmo é a ação, daí a importância de características pessoais como a disciplina, a iniciativa pessoal, a capacidade de se diferenciar da maioria e principalmente de fazer mais do que é pago para fazer. Não é possível ser bem sucedido sem uma boa dose de entusiasmo pessoal e fazer disso a locomotiva que o empurrará para frente em busca dos sonhos e na execução dos planos para torná-lo realidade. Se você busca a realização pessoal e acredita que não precisa usar esse motor chamado entusiasmo é mais do que inteligente rever seus conceitos e avaliar todas as possibilidades possíveis para tirar proveito dele na sua busca. Entusiasme-se e dê um passo à frente da maioria.

O entusiasmo exerce grande influência na capacidade de realização pessoal. Ao desenvolver a capacidade de entusiasmo o indivíduo estará ampliando a intensidade de seu pensamento e imaginação, desenvolverá uma voz agradável e convincente, aumentará o nível de motivação na execução de suas atividades, tornará sua personalidade mais atraente, aumentará a autoconfiança, fortalecerá a saúde física e mental, aumentará a iniciativa pessoal, vencerá o cansaço físico e mental e finalmente transformará ele em um grande vírus que contaminará todos ao seu redor. No desenvolvimento do entusiasmo é importante não monopolizar a atenção, as conversas e cuidar para que ele não prejudique seus julgamentos à cerca das ameaças e oportunidades que encontrar pela frente. Quanto mais entusiasmo você demonstrar, mais capacidade de desenvolvê-lo criará. Que poder tem o entusiasmo! Somente ele é capaz de transformar qualquer infortúnio ou derrota temporária em sucesso duradouro.

 A fórmula para desenvolver o entusiasmo

O entusiasmo está ao alcance de todos, independente de credo, raça, cor ou classe social. Para desenvolvê-lo basta seguir alguns passos:

  1. Adote um grande objetivo para sua vida – sem uma definição clara dos objetivos individuais fica difícil alcançar alguma coisa ou chegar a algum lugar.
  1. Coloque em um papel seu objetivo e o plano para atingi-lo – registrar os objetivos ajuda a não esquecê-los e reforça diariamente sua importância.
  1. Transforme seu objetivo em desejo ardente e faça dele o seu pensamento dominante – querer é poder! Com esse pensamento fixo é possível transformar aquilo que era apenas desejo em seu equivalente físico.
  1. Inicie imediatamente a execução do seu plano – um dos principais dificultadores para ser bem sucedido é a procrastinação. Não deixe para fazer amanhã o que pode ser feito hoje. Não espere o ambiente estar adequado ou você estar totalmente preparado, pois isso NUNCA ACONTECERÁ.
  1. Siga o plano corretamente e com persistência durante os 365 dias do ano, durante todos os anos da sua vida – uma das principais qualidades humana é a persistência por isso pratique-a sempre. É possível afirmar que qualquer plano independentemente do seu tamanho se buscado com persistência e afinco será alcançado.
  1. Se algo der errado, reavalie seu plano e faça as correções que achar conveniente – não existe planos infalíveis, por isso esteja preparado para imprevistos. O importante é ter capacidade e agilidade nos momentos de decisão.
  1. Desenvolva relação com todos que possam ajudá-lo a executar se plano – uma andorinha sozinha não faz verão. Compartilhar os seus objetivos com pessoas que possam contribuir com a sua consecução é no mínimo inteligente.
  1. Fuja dos pessimistas e dos agourentos – é importante não se deixar influenciar pelas opiniões dos outros, principalmente se elas forem negativas.
  1. Dedique um pequeno espaço de tempo todos os dias ao aperfeiçoamento de seu plano – nenhum plano é perfeito, por isso é importante o seu aperfeiçoamento contínuo. Essa é uma das principais filosofias do sucesso japonês.
  1. Mantenha a firme convicção de que irá atingir seu objetivo, independente do quanto ele seja difícil – sem a certeza de alcançar a realização pessoal não é possível chegar a lugar algum. A convicção de alcançá-la é uma de suas molas propulsoras.
  1. Seja fiel ao seu plano – não mude seus planos ao sabor dos ventos. Somente depois de avaliá-lo pormenorizadamente e reafirmar a necessidade de mudanças, mude.
  1. Mantenha seu pensamento positivo – sem a crença e a fé de alcançar seus objetivos definidos, nada acontecerá. Somos fruto de nossos pensamentos. Pense em riqueza e terá riqueza, pense em pobreza e será exatamente isso que terá.
  1. Haja de forma entusiástica – mesmo nos momentos mais difíceis demonstre entusiasmo. Se preciso, finja está entusiasmado, que com certeza com o tempo e a persistência, ficará entusiasmado de verdade.
  1. Registre os seus principais momentos de entusiasmo e use-os quando precisar, como reforçadores do seu entusiasmo – o registro e a consulta dos principais momentos de entusiasmo reforçam a crença e a fé na realização dos seus objetivos, bem como aumentam sua capacidade de entusiasmar-se.

Compartilhe o seu entusiasmo com todas as pessoas que acreditam e possam lhe ajudar na execução do seu plano, isso de alguma forma ajudará a desenvolver o entusiasmo deles também. O entusiasmo muda a vida de qualquer pessoa. Basta olhar ao redor que é possível descobrir que os chamados “vencedores” possuem uma média maior de entusiasmo, do que a maioria, seja na vida pessoal  e ou profissional. O entusiasmo abre portas, cria oportunidades, transmite segurança, aumenta a autoconfiança, a disciplina, a iniciativa e faz brotar sementes em solos inférteis, por isso faça dele um grande aliado na sua conquista pessoal.

  1. Adversidade como Oportunidade

 Nós temos a maior das riquezas que é a capacidade e o discernimento de decidir o que é bom ou ruim, de fazer o certo ou o errado, e é exatamente isso que irá dizer o que representa uma adversidade, se um problema que carrega consigo todo o infortúnio e os dissabores inerentes a ele representa só isso ou é uma grande oportunidade, que traz consigo a semente de um bem igual ou superior a tudo que representa. Mas antes da sua decisão é importante fazer algumas reflexões à cerca do assunto. Quantos de nós depois de passar por momentos de extrema dificuldade e ter conseguido superar todas as adversidades relacionadas a ela, chegamos a rir desses fatos do passado com grande satisfação e paz de espirito por ter conseguido superá-los e até concluir que eles não eram assim tão grandes e difíceis de solucionar como pareciam. Ou ainda, quantas vezes nos deparamos com situações ou problemas que num primeiro momento pareciam intransponíveis e que aos poucos como as névoas foram se dissipando e aquilo que parecia uma escuridão sem precedentes, começou a clarear e quando menos esperávamos uma luzinha se ascendeu no fim do túnel e o que parecia tão longe da nossa capacidade de ação aos poucos foi deixando de ser algo insolúvel e passou a fazer parte do nosso cotidiano sem grandes sobressaltos. Por que valorizamos tanto alguns inconvenientes que ocorrem na nossa vida? Será que é a falta ou a pouca incidência deles que nos deixa assim? Será que a falta de hábito na resolução de problemas deixa o indivíduo com pouca resistência a eles, da mesma forma que a falta de exercício físico diminui o desempenho do atleta.

A verdade é que não existe problema sem solução ou dor que não tenha remédio. Com a adversidade ocorre a mesma coisa. Como já dizia o grande filósofo americano Emerson: toda adversidade traz consigo a semente de um bem igual ou maior. Se você não acredita nessa afirmação, faça uma análise de todos os infortúnios, todas as coisas ruins que lhe aconteceram, verifique o resultado final de cada um deles, veja se houve mais ganhos ou perdas, o quanto trouxeram de sabedoria, o quanto serviram de lições e experiências, o quanto ajudou-o a minimizar ou evitar dissabores, que outrora poderiam ter ocorridos. Caso não esteja convencido, pergunte a si mesmo, qual seria a sua realidade hoje se sua vida tivesse sido eternamente um mar de rosas, um paraíso sem preocupações, longe te tudo que representasse o mínimo de problemas. A batalha diante das adversidades fortalece o caráter, enobrece a alma, aumenta os motivos de nossa ação. E o conjunto dessas premissas levam o homem a um patamar superior ao de qualquer espécie, fortalecendo e aumentando a sua capacidade de reação diante dos problemas.

Jamais fuja dos problemas que surgirem à sua frente, encarre-os como uma fonte de oportunidades e ensinamentos, muito superiores as dificuldades que carregam. Se posicionando dessa forma, as adversidades se tornam menos delicadas e mais propensas a serem resolvidas. Tenha ciência de que nenhum mal é tão grande que não tenha dentro de si um benefício igual ou maior a sua causa e que por mais doloroso que seja a sua solução, a vantagem trazida consigo será muito maior. Não ignore uma uma das leis mais universais difundidas: a lei da seleção natural, onde somente os mais fortes sobrevivem.

Existe uma observação acerca desse assunto que exprime toda a sua verdade: se o problema tem solução, fique tranquilo, que conseguirá resolvê-lo, se não tem solução, também fique tranquilo, pois já sabe que não irá resolvê-lo mesmo. Portanto, não se lastime de não ter conseguido êxito em alguma empreitada, isso faz parte do jogo. Ou você acredita em perfeição? Acho que não. Afinal, até o homem mais importante que já existiu, que foi capaz de mudar toda a lógica da vida atual, não conseguiu agradar à todos.

Veja a adversidade como oportunidade disfarçada, pois é isso, que no fundo ela representa. Analise o que cada experiência negativa vivida trouxe de compreensão, sabedoria e humildade. Faça uma auto-avaliação do seu comportamento passado, e veja quanto ele mudou nos dias atuais. O que aconteceu? Com certeza todas as mudanças que percebeu em relação ao seu comportamento é fruto de todas as experiências positivas e negativas vividas, nada mais. O crescimento pessoal e profissional nada mais é do que o resultado de inúmeras experiências. Somente a superação de grandes dificuldades enfrentadas dar  a capacidade de superação tão necessária para enfrentar novas contrariedades e desafios. Da mesma forma que para um pintor ou marceneiro a experiência diária na atividade faz dele um profissional especializado e cada vez melhor, cada adversidade vencida, cada infortúnio superado, leva o indivíduo a se tornar melhor, mas apto a enfrentar situações ainda mais desfavoráveis.  Pense nisso, antes de achar que tudo que acontece de ruim na vida é sem proposito.

  1. Faça mais do que você é pago para fazer

 A frase acima representa uma das ações mais importantes que pode ser executada por todos aqueles que buscam o triunfo, a realização pessoal e profissional. Apesar de parecer algo extremamente banal, a verdade é que o hábito de fazer mais do é pago para ser feito representa grande vantagem competitiva na conquista de reconhecimento e crescimento profissional no mundo de hoje. E isso acontece por três motivos básicos: a maioria das pessoas fazem menos do que aquilo que lhes foi pago para fazer, quando muito, fazem exatamente o que foi pago para ser realizado; aqueles que fazem mais do que foram pagos para fazerem naturalmente se sobressaem em relação aos demais; a lei da compensação ocorre de forma natural para aqueles que fazem mais do que foram pagos para fazerem, seja através da própria empresa beneficiada com esse ato, de uma outra empresa ou mesmo por meio do trabalho autônomo, sendo que nas duas últimas alternativas, o benefício é proporcionado através do aumento direto da experiência ganha na oportunidade de fazer mais do que foi pago para fazer e que em última análise representa maior capacidade competitiva, maiores habilidades, mais oportunidades e maiores ganhos. Além disso o hábito de fazer mais do que é pago para fazer aumenta o saldo positivo da conta corrente nas relações interpessoais e que de alguma forma e num momento qualquer serão pagos com juros compostos.

Em qualquer atividade empresarial temos exemplos de pessoas que conseguiram se destacar da maioria, simplesmente fazendo mais do que aquilo que eram pagos para ser feito, apesar de inúmeras vezes, não apresentarem desempenhos excepcionais ou fora do comum ou muito menos “educação formal” superior aos demais. A postura de fazer mais do que é pago para ser feito, além de representar vantagem competitiva na conquista de melhores postos de trabalho, também se apresenta como uma qualidade de comportamento extremamente importante no grau de motivação e comprometimento dos que praticam, ingredientes cada vez mais valorizados pelas empresas.

Apesar de parecer uma utopia, sugerir que as pessoas façam mais do que são pagas para fazerem é necessário e muito importante no ganho de competitividade das empresas, afinal a somatória do desempenho de cada profissional é que garantirá um desempenho excepcional ou medíocre da organização. Nesse contexto é importante salientar que qualquer gestor de bom senso deve estar atento a situações e posturas profissionais que beneficie a empresa, daí a compreensão sobre a compensação daqueles que se arriscam a fazer mais do que são pagos para fazerem.

         É importante observar que as empresas anseiam por profissionais com o perfil de fazerem mais do que foram pagos, principalmente, porque o nível de comprometimento e disposição atual da maioria das pessoas para fazer isso é cada vez mais raro. O mundo corporativo está contaminado pela falta de boa vontade, pela postura individualista e discriminatória de fazer o mínimo para e pela empresa, num ciclo vicioso que atinge empregados e empregador, levando as partes ao limite da relação consensual no trabalho. Por isso, atitudes positivas e de exceção da realidade atual têm garantias de aceitação e compensação na mesma proporção que são geradas.

         Àqueles que ainda não entraram no mercado de trabalho são os maiores beneficiados da política de fazer mais do que foram pagos para fazerem, porque são compensados de inúmeras formas: reconhecimento, aumento de responsabilidades, melhorias na remuneração e principalmente novas experiências, tão úteis no decorrer da vida profissional de todos. Por outro lado, os novos “profissionais” representam a possibilidade de mudança do estado atual das coisas, pois trazem consigo a vontade, a motivação e a busca por melhores desempenhos, postura totalmente diferente da maioria dos que já estão trabalhando.

         De forma geral o mercado está de braços abertos para receber os profissionais que fazem mais do que são pagos para fazerem e mais, estar disposto a compensar todos que de alguma forma possam contribuir para o seu aumento de competitividade e principalmente deem uma nova perspectiva de mudança do comportamento dos que aí estão. Conhecendo essa realidade é possível buscar um novo redirecionamento da postura profissional retrógrada e de descomprometimento que assola a maioria das pessoas nas empresas. Não há condições minímas para as coisas continuarem com estão.

         Questões como as colocadas aqui, representam a essência da mudança do comportamento humano, necessária às grandes conquistas empresarias e as realizações pessoais, ambos de suma importância para o crescimento e desenvolvimento do país e melhoria nas condições de vida das pessoas.

  1. Uma andorinha sozinha não faz verão: faça alianças

 Não é possível obter o sucesso sem ajuda. Na caminhada em busca da tão sonhado auto realização é importante o indivíduo fazer alianças e compartilhar seus objetivos com outras pessoas que possam estar contribuindo com a sua realização, para isso, entretanto, é importante seguir um roteiro, que se inicia com a definição clara dos objetivos da referida aliança, afinal se é preciso haver contribuição mútua entre as pessoas é importante que todos saibam para onde estão indo; o segundo passo consiste em definir muito bem quem são as pessoas que poderão ajudá-lo a atingir seus objetivos. Na seleção das pessoas para compor sua aliança é importante observar duas questões: a capacidade de fazer o que tem de ser feito (ajuda mútua) e de trabalhar em espirito de harmonia com os demais membros do grupo. O passo seguinte é determinar as recompensas para os participantes da aliança, ou seja, aqueles que irão ajudá-lo na consecução dos seus objetivos. As recompensas podem ser feitas de várias formas e pode ter inúmeros objetivos, sendo os mais importantes: a riqueza, o desejo de reconhecimento e auto-expressão, o amor, a liberdade de corpo e mente, o desejo de vida após a morte, entre outros. Finalmente, a última etapa desse processo é estabelecer tempo e lugar para os encontros do grupo, que precisa se reunir periodicamente para discutir todas as questões relacionadas com o seu objetivo principal.

É muito importante a manutenção e conservação dessa aliança por um período relativo de tempo e evitar mudanças constantes dos seus integrantes. Para isso, você como líder do grupo, precisa demonstrar confiança, através da dedicação ao objetivo maior definido por si mesmo; compreensão da natureza, significado e implicações de qualquer situação ou ação proposta pelo grupo; equidade e justiça nas obrigações e também na distribuição dos benefícios adquiridos e por último, a coragem necessária para enfrentar todas as dificuldades encontradas pela frente.

Formar uma aliança com um grupo de pessoas que possam auxiliá-lo no atingimento dos seus objetivos é de suma importância para a sua real efetivação, entretanto, mais importante do que isso, é fazer uma aliança consigo mesmo, dando a importância real desses objetivos para sua vida e quanto eles representam em termos de ganhos e satisfação quando forem atingidos. Ter o discernimento e a clareza da importância dos objetivos traçados e a firmeza de proposito na sua realização é meio caminho andado para sua execução. Também é de suma importância cultivar alianças em outras áreas das relações humanas, como no casamento, na igreja, na escola e onde mais for possível, desde que elas contribuam como o atingimento do seu objetivo maior. 

  1. Tenha iniciativa pessoal

“Há dois tipos de pessoas que não chegam a lugar algum: as que nada fazem, a menos que lhes seja ordenado e as que nada fazem mesmo quando lhes é ordenado”.

Andrew Carnegie

A iniciativa pessoal é indispensável para quem busca a realização pessoal. A iniciativa pessoal é contagiosa, basta olhar para os colaboradores de um líder de iniciativa de qualquer setor econômico que será possível concluir essa afirmação. Geralmente são funcionários que na sua maioria fazem o que deve ser feito mesmo que ninguém os mande. A iniciativa pessoal traz progresso, atenção e oportunidade. Vamos fazer o teste e verificar se essa afirmação é verdadeira: que tipo de profissional chama a sua atenção nos contatos que tem? Pessoas que não se comprometem com seus problemas, que não se importa com a empresa onde trabalha ou pessoas de atenção extremada, que procura resolver seus problemas e transmitir uma imagem mais positiva possível da empresa onde está? Ou ainda, que tipo de profissional você promove: aquele que faz apenas o que você pede ou aquele que vai além busca soluções para os problemas da empresa e dos clientes?

          Não há dúvidas quanto aos benefícios da iniciativa pessoal. Ela tem êxito quando todo o resto falha. Vejamos as seguintes questões: onde estaria você agora, se não tivesse procurado o seu emprego atual? Estaria casado ou solteiro, caso não tivesse tido a iniciativa de procurar um grande amor? Se não tivesse tido iniciativa pessoal estaria formado, ou seria mais um, entre tantos, que não conseguiu concluir o curso superior? É claro, que as respostas são favoráveis às pessoas de iniciativa.

         É mais do que sabido que a iniciativa pessoal é a mola propulsora que leva o indivíduo do fracasso ao triunfo, de uma vida simples e desprovida de ambições e bens materiais, à conquista de uma bela casa, um carro novo e escola particular para os filhos.

         A iniciativa pessoal cria trabalho. A partir do momento em que qualquer indivíduo toma a firme decisão e o propósito de desenvolver alguma atividade lícita para sobreviver, pode ter certeza, que conseguirá, independentemente do que seja. Se resolver tirar o sustento através da venda de cachorro quente, de fazer serviços de jardinagem, de carpintaria, de pedreiro ou de qualquer outra coisa, não há dúvida de que conseguirá. Ou você não conhece ninguém que vive de vender salgados, de lavar pratos ou cuidar dos filhos dos outros?

A iniciativa pessoal cria oportunidades. Com certeza você já ouviu casos de pessoas que receberam propostas de novos empregos e até de sociedades com outras pessoas, mesmo sem capital, por conta de ter prestado um bom serviço ou demonstrado capacidade superior a alguém, através da iniciativa.

 A iniciativa Pessoal cria o futuro. É de conhecimento geral que a maioria das coisas existentes no mundo e que facilitam a nossa vida é resultado da iniciativa de alguém em inventá-las. Ninguém falou para Santos Dumont inventar o avião, ele simplesmente inventou. Pessoa alguma pediu para que Thomas Edison inventasse a lâmpada elétrica e mais um monte de outras coisas, ele simplesmente as inventou. A iniciativa pessoal cria o progresso. Alguém dúvida que a iniciativa pessoal foi a responsável pela criação de Brasília pelo então presidente JK. Ou que a conquista de cinco campeonatos mundiais pelo Brasil não tenha sido altamente influenciada pela iniciativa pessoal de alguns jogadores e dirigentes.

O que é mais interessante na vida, começar algo mesmo que não esteja de posse de todos os recursos e não tenha domínio de todas as variáveis, que possam interferir no seu resultado ou simplesmente não começar, esperar resolver todas as questões para agir? Com certeza é preferível começar algo com um plano fraco, do que adiar a ação. O adiamento é o arqui-inimigo da iniciativa pessoal. Ao agir faça o melhor que puder e na medida em que as dificuldades forem aparecendo procure resolvê-las e ignore os comentários desfavoráveis. Se tiver convicção e consciência de que estar no caminho certo não aceite opiniões contrárias.

A iniciativa pessoal é responsável pela geração das maiores riquezas. Para comprovar isso, basta fazer uma análise simples da riqueza de homens como Bill Gates e Sam Walton. Alguém acredita que o maior varejista do mundo o Wal Mart seria o que é hoje se não houvesse a iniciativa pessoal de um homem para construir esse império. Ou como seria hoje o homem mais rico do mundo, caso não tivesse tido a iniciativa pessoal para desenvolver os aplicativos de computador que dominam o mercado. Poderia Henry Ford construir tudo que construiu sem a iniciativa pessoal e a convicção de objetivos bem definidos? Com certeza que não. Da mesma forma que seria impensável imaginar a Índia hoje sem a iniciativa pessoal de Gandhi para libertar seu povo da colonização inglesa.

A iniciativa pessoal é a antecessora de todas as qualidades necessárias aos indivíduos para ser bem sucedido. Ela forma o hábito da ação tão necessário na busca do objetivo definido. É a motivação constante que leva o indivíduo a crer e ter fé de conseguir alcançar seus objetivos por mais difíceis que possam parecer. Desperta a confiança na vontade de vencer, independente de todos os percalços e infortúnios que possam aparecer. Fortalece a perseverança na busca dos sonhos por maiores que sejam. Gera entusiasmo e persistência na execução das ações até a consecução do seu objetivo maior. Aumenta o entusiasmo tão necessário na luta diária para atingir os objetivos definidos.

Podemos afirmar, sem dúvida alguma, que a iniciativa pessoal é a principal responsável pelo triunfo ou fracasso dos indivíduos. Que dependendo de como o ele age em relação a ela poderá alcançar ou não seus objetivos. Que somente através dela é possível desenvolver outras qualidades necessárias ao indivíduo, como o senso de responsabilidade, franqueza nos atos e ações, lealdade e comprometimento com os objetivos definidos, clareza de propósitos e visão do futuro.

         Se ainda não tiver convencido da importância da iniciativa pessoal na conquista da auto realização, experimente fazer uma retrospectiva da sua vida. Avalie todos os fatos que lhe trouxeram alegria, prazer e satisfação e veja se esses fatos não foram altamente influenciados pela sua iniciativa. Da mesma forma análise os fatos que lhes trouxeram dissabores, arrependimentos, desilusões, temores e magoas se não foram impactados pela total ausência de iniciativa pessoal.

         No mundo empresarial, até mais do que na vida pessoal, a iniciativa é a grande responsável pelos erros e acertos. Se para o indivíduo a iniciativa pessoal representa a mola propulsora da realização pessoal, nas organizações ela se confunde com a própria essência do negócio e seus objetivos. Não há crescimento, melhorias e aumento de riqueza nas organizações, sem a iniciativa para isso. Crescer empresarialmente significa fazer algo mais. Não é possível ter resultados diferentes fazendo sempre as mesmas coisas. O segredo para ser bem sucedido está em acertar mais do que errar. Devemos pecar pelo erro, nunca pela omissão. Reflita sobre isso!

  1. A chave de todas as mudanças: a força do hábito

Todo homem é o que é e está onde está, por causa da força de seus hábitos. A força do hábito é o meio através do qual todo pensamento é traduzido em seu equivalente físico. Todas as pessoas, independentemente de classe social, credo ou raça tem o livre arbítrio sobre a qualidade e a quantidade de seus hábitos. Se deseja a auto realização, desenvolva hábitos que possam ser transformado nisso. Se deseja mudar de uma condição de extrema pobreza material e espiritual para outra de abundância e paz de espirito, desenvolva os hábitos necessários para que isso aconteça. Se deseja transformar uma derrota temporária em vitória para toda vida, mude seus hábitos atuais.

A força dos hábitos é que levou homens como Thomas Edison, Isaac Newton e Sigmund Freud, entre tantos outros, a realizarem feitos que serão eternizados para sempre. Descobertas que mudaram nossa forma de viver, que mostraram uma outra face do mundo, mas que acima de tudo, mudaram totalmente a vida dessas pessoas. Se não fosse pela força e a capacidade do homem de mudar seus hábitos, talvez ainda estivéssemos morando em cavernas e comendo animais silvestres crús. A humanidade com certeza não teria evoluído e chegado até aqui.

Só é possível livrar-se de um hábito, substituindo-o por outro. Se deseja parar de fumar, um dos piores hábitos contra a saúde, somente desenvolvendo um outro hábito que possa rapidamente, mas de forma consistente substituí-lo, assim será possível deixar de fumar. Para eliminar de uma vez por todas, o hábito de reclamar de tudo, achar que nada dar certo e que você é a pessoa mais azarada do mundo é necessário desenvolver um novo hábito, que tenha como pressuposto o contrário, ou seja, que a vida é uma dádiva divina, que nada acontece por acaso e que o sucesso e a felicidade estão logo ali na esquina nos esperando, basta irmos até lá.

Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo pode deixar velhos e maus hábitos para trás e desenvolver outros de melhor qualidade. A capacidade de criar novos hábitos pode ser considerada uma das maiores riquezas da humanidade. A capacidade humana de desenvolver novos hábitos e deixar outros para trás é sem dúvida o maior e mais potente motor das mudanças terrenas. O poder de desenvolver hábitos e de substituí-los entre si é a chave mestra que abre as portas de todas as oportunidades que o mundo pode oferecer a uma pessoa, uma família ou uma sociedade.

A força da mudança de hábito é tão grande e profunda que é impossível calcularmos o tamanho de sua importância para a construção de uma sociedade tal como ela é. Sem a capacidade de poder mudar seus hábitos os homens com certeza estariam aprisionados e reféns para sempre de uma vida monótona, pobre, sem desafios e horizontes. A vida seria simplesmente uma viagem sem emoções, altos e baixos. Seria o caós, o holocausto da humanidade.

Quer ter o poder? Quer alcançar  a auto realização? Quer ter riqueza? Quer paz de espirito? Quer a felicidade? Mude seus hábitos atuais. Transforme-os em outros que possam te levar a tudo isso. Deixe para trás todos os hábitos que não exprimam em sua essência esses novos valores. Arranque do âmago de sua mente e de seu coração hábitos de intolerância, mesquinhez, infelicidade, rancor, mágoa, insegurança, tristeza, medo e desmotivação. Somente assim, e a partir disso, será possível alcançar todas as riquezas, todo o poder e toda a gloria que sua mente seja capaz de idealizar. Mude seus hábitos, que a sua vida mudará! Permaneça com os velhos e maus hábitos que tem e garanta uma vida tal como é.

Mude seus hábitos e estará automaticamente mudando sua vida. Não adianta pensar em mudar e não fazê-lo primeiramente com os seus hábitos. A vida nada mais é do que uma somatória de bons e maus hábitos praticados. Não adianta querer mudar o mundo, sem antes mudar a si mesmo. Assim é com a vida. Não é possível dar-lhe um novo rumo, sem antes substituir velhos e maus hábitos por outros que possam levar a isso.

O desenvolvimento de novos hábitos é o primeiro e o principal passo para a mudança, sem a clareza e o propósito de substituir maus hábitos por outros de melhor qualidade não é possível efetivar mudanças. Somente novos hábitos são capazes de provocar significativas, efetivas e eficazes mudanças no ser humano. Quer ter uma vida melhor? Quer poder desfrutar de todas as coias boas que ela pode te oferecer? Quer transformar todos os infortúnios, todas as derrotas temporárias em algo positivo e em benefícios? Mude seus hábitos atuais. Transforme-os em outros melhores. Desenvolva novos e bons hábitos. A mudança de hábitos traz consigo novas possibilidades, novas oportunidades e por que não dizer uma nova vida.

Reavalie sua vida. Veja se realmente tem valido a pena vivê-la dessa forma até aqui. Se concluir que algo poderia ter sido diferente, não perca tempo, transforme sua vida. Deixe os velhos e maus hábitos para trás. Desenvolva novos e bons hábitos, pratique-os todos os dias, ano após ano, durante toda a sua vida, e com certeza terá uma vida rica, cheia de desafios, entusiasmo, iniciativa, satisfação, alegria, prazer, coragem e felicidade.

  1. Acredite: a lei da compensação pode trabalhar a seu favor ou contra você!

Para resolver um grande problema pessoal, o caminho mais rápido e eficiente talvez seja, ajudar uma outra pessoa a resolver um problema que lhe aflige. Que para receber qualquer coisa da vida, primeiro é preciso lhe oferecer algo. Talvez possa parecer bobagem, mas se fizer uma reflexão, na maioria das vezes, quando precisou de ajuda para alguma coisa, foi somente quando decidiu ajudar alguém é que teve o auxílio de que precisava.

Pense nos momentos mais difíceis de sua vida e como as coisas se resolveram, faça uma análise criteriosa e veja se não foram os momentos que mais teve que se doar. Para Ralph Waldo Emerson, que estudou profundamente a lei da compensação, ela pode trabalhar a seu favor ou contra você, dependendo da maneira como você a orienta. Poderá demorar anos, décadas, uma vida inteira, mas a compensação o encontrará. A natureza fará com que qualquer virtude ou transgressão cometida, seja devidamente paga. Para a lei da compensação o fator tempo não tem importância, da mesma forma que a qualidade dos seus atos. Atos bons se converterão em compensações boas, da mesma forma que maus atos se transformarão em compensações ruins.

Aquele que acreditar e praticar todos os dias, durante toda a sua vida a lei da compensação, estará sempre de braços dados com o triunfo. O fracasso até poderá bater em sua porta, mais jamais encontrará morada. Da mesma forma que a pobreza, o medo, o ciúme, a inveja e outros males que perturbam os homens e os deixam frágeis, indefesos diante da vida. O triunfo que não for resultado da lei da compensação, com certeza, não será duradouro. Ao contrário será algo tão passageiro e tão evasivo que não poderá ser intitulado como tal.

Deseja a amizade das pessoas? Reconhecimento por algo que fez? O amor de alguém? Deixe a lei da compensação trabalhar a seu favor. Plante diuturnamente com todas as forças que tem, a amizade, o reconhecimento pelo trabalho das pessoas, o amor incondicional e estará a um passo do que deseja. Se fizer um retrospecto de sua vida e de outras pessoas, poderá descobrir claramente que o ato de dar precede o ato de receber. Se receberes algo que não tem direito, saibas que a lei da compensação estará a teu lado e quando menos esperar terá de entregar o que não te pertence.

Acredite: todas os fatos da vida trazem consigo uma reparação, boa ou ruim. A perda de um ente querido, um acidente com mutilação, a perda de um grande amor, todos terão sua compensação. É comum os anos que se seguem a esses fatos nos mostrarem a força reparadora presente em cada um deles. Fatos dessa natureza permitem ou obrigam os indivíduos a formarem novas relações e influências de suma importância para os anos vindouros. Pena que só conseguimos enxergar as coisas por esse ângulo, anos mais tarde, geralmente após muito sofrimento, medo e angústia. Deixe que a crença na lei da compensação encha suas dúvidas, seus medos e suas angústias. Acredite que o hoje pode ser melhor que o ontem e o que o amanhã será infinitamente melhor que o ontem e o hoje. Jamais perca a esperança na lei da compensação.

Sua vida pode ser um reflexo exato de seus atos e ações. Sementes boas se transformarão em boas árvores, que por sua vez, darão bons frutos. Ações e atos ruins serão compensados com seu equivalente. Transforme sua vida! Mude! Substitua as más ações por outras boas ações, que o mundo se apresentará melhor. Não deixe que as péssimas recompensas recebidas até aqui possam gerar mais recompensas ruins. Transforme-as em momentos de aprendizado e ensinamentos.

Tenha um fio condutor para sua vida. Não esqueça em momento algum, esteja onde estiver, que todo ato recompensa a si mesmo. A natureza garante o cumprimento do contrato da vida, onde toda ação será justamente recompensada. Não plante o mal se o seu desejo é o bem. Não plante o medo, se o seu desejo é a coragem. Não plante o desespero se o que deseja é a tranquilidade e a paz de espírito.

Se agora, nesse momento não estiver plenamente satisfeito com que a vida lhe ofereceu até aqui, procure mudar o padrão de sua conduta. Se ela for mesquinha, baseada em mentiras, trapaças, desonestidades e inveja mude-a para um patamar superior, que a vida se encarregará de lhe compensar na devida moeda com juros e correção monetária.

A coisa mais importante da vida não é a riqueza, a luxúria, a tranquilidade de não precisar acordar cedo todos os dias para trabalhar, a certeza de ter dinheiro suficiente para pagar as contas no final do mês, ser admirado pelo que tem ou pelo que representa, mas sim a filosofia ou a crença que sustenta nossos atos e ações e que representam o fio condutor de nossas vidas, aquilo que norteia nosso caráter e nos direciona para uma posição superior, independentemente do que somos, o que fazemos e em que acreditamos.

  1. A fonte de todo poder: o esforço organizado!

 Somente um grande esforço organizado é capaz de levar a auto realização. Alguém duvida dessa afirmação? Existe uma forma de poder, que não tenha sido construída sobre os aliceces de um esforço organizado? Alguma grande empresa, por acaso, conseguiu ser bem sucedida, sem o esforço organizado de seus funcionários e dirigentes? Algum partido político assumiu o poder, sem a organização e o esforço de seus integrantes? Se ainda tem dúvidas dessa afirmação, por que então, não olhar para ao seu redor e constatar numa simples observação da mãe natureza, o quanto ela é verdadeira. Como seria a vida das pequeninas formigas, sem o extremo de um esforço organizado na construção de seus ninhos e na busca de alimentos. E o que dizer das abelhas. O que fariam ou como seriam, se não vivessem num eterno esforço organizado. E os pássaros, como poderiam viajar quilômetros de distância em busca de alimentos e reprodução. O que dizer então, do dia e da noite, do inverno e do verão, da primavera e do outono, se não estivessem devidamente organizados. Organização é a primeira lei da natureza e sem dúvida também, a primeira na busca da realização pessoal ou empresarial. Simplesmente não é possível chegar alugar algum, conquistar qualquer coisa de valor ou ter êxito em qualquer atividade, sem um grande esforço organizado.

Quer transformar sua empresa em um negócio bem sucedido? Quer atingir todos os objetivos traçados para sua vida? Quer usufruir de todas as coisas boas que a vida pode proporcionar em termos de riqueza, paz de espirito e felicidade? Quer iluminar a obscuridade de sua vida? Transformar erros em acertos? Fracassos em derrotas temporárias? Então, faça da fonte de todo poder organizado sua principal ferramenta. Deixe o esforço organizado trabalhar por você, transforme-o em sua meta número um. Faça com que todos ao seu redor, estejam em um grande esforço organizado, buscando esses objetivos. Faça do esforço organizado a base de sustentação de todas as suas ambições e anseios. Jamais perca-o de vista.

Não é uma tarefa fácil, fazer com que todos que trabalham com você sejam induzidos a um esforço organizado na busca de um objetivo comum. Pois, nem todos que trabalham com você, partilham dos seus objetivos. Apesar disso, sua busca deve ser exaustiva e persistente. Afinal, existe alguma coisa fácil nessa vida? Creio que não. Portanto, mãos à obra. Faça de cada um de seus colaboradores, familiares e amigos uma grande fonte de poder organizado. Não desanime, pense como as grandes corporações conseguiram seus feitos, como foram capazes de se perpetuarem por tantos anos. A resposta está justamente na sua busca, ou seja, um grande esforço organizado.

Pense nas grandes descobertas cientificas, nas coisas mais revolucionárias que conhece. Teria sido possível acontecer algumas delas, sem um grande esforço organizado de pessoas, empresas, instituições públicas e privadas? Será que as coisas boas, que nos dão prazer e transformam nossas vidas, com mais conforto e segurança, como o rádio, a tv e o aparelho celular, entre tantos outros, existiriam?  Com certeza que não. Todas as coisas importantes que conhecemos são fruto da fonte de todo poder: o esforço organizado. Teria Jesus Cristo conseguido disseminar e criar um doutrina religiosa que perdura por mais de dois mil anos, sem um grande esforço organizado? Claro que não. Da mesma forma que seria impossível a Thomas Edison, Isaac Newton e  Einstein fazerem seus feitos sem esse grande principio.

Se o seu desejo é transformar sua empresa em referência no mercado. Aumentar significativamente seu volume de negócios. Consolidar seu patrimônio. Ou adquirir riqueza para si e para seus colaboradores, a fórmula é um grande esforço organizado, com vistas a esses pleitos. Mas se ao contrário, sua busca é apenas à sobrevivência, o lugar comum, uma passagem terrena sem grandes desafios e emoções, então de nada lhe servirá esse grande preceito universal da natureza. Esqueça-o definitivamente.

A busca do esforço organizado passa pela capacidade de liderança daqueles que almejam a realização pessoal e profissional. Portanto, antes de buscar  a fonte do poder, verifique se você tem essa qualidade, caso não, busque em outras pessoas que fazem parte do seu grupo e dê a oportunidade para que ela coloque em prática suas qualidades e contribua com a consecução de seus objetivos. Se você não tem todas as qualidades que precisa para alcançar seus grandes objetivos, seja inteligente, “use” as qualidades de outras pessoas para preencher suas deficiências e fazer com que seus anseios e desejos se realizem. Grandes homens da história da humanidade, líderes industriais e comerciais não dispunham de todas as qualidades e de todo conhecimento necessário para chegar onde chegaram. Mas como conseguiram? Fazendo exatamente como orientado anteriormente: usaram o conhecimento de outras pessoas. A despeito disso, não há demérito nenhum, pelo contrário, essa é uma das grandes qualidades dos vencedores: encontrar, orientar e coordenar o conhecimento de terceiros em busca de um objetivo comum. Assim fizeram e fazem os grandes homens e assim deve proceder você, sob pena de não conseguir chegar onde deseja.

Ensaio feito por alunos de uma conceituada universidade americana sob o título “como e por que Henry Ford enriqueceu”, trouxe à seguinte conclusão: a riqueza de Henry Ford consistia de dois itens:

  1. Valor do dinheiro em caixa, bens físicos incluindo matérias-primas e produtos acabados em torno de 25%;
  2. O conhecimento organizado da Organização Ford em torno de 75%.

 Essa é uma das conclusões mais convincentes dos verdadeiros motivos que podem levar um homem a ser bem sucedido.

  1. O desejo ardente

 O motor de partida que o levará onde sua mente for capaz de imaginar. O inicio do caminho para o sucesso material e espiritual!

Somente aqueles que plantarem em suas mentes um grande e forte desejo de realização, terão os motivos necessários para a ação, e serão automaticamente levados ao ponto mais alto de suas vidas! O desejo ardente é o principio de todas as grandes motivações humanas. É impossível ter êxito na empreitada de alcançar a auto realização, sem um grande desejo e uma consequente motivação para isso. As motivações humanas estão baseadas em desejos como a autopreservação, o amor, o sexo, a liberdade, o poder, o dinheiro, a criação, a perda do medo, a vingança e a beneficência. Qualquer motivação humana tem como pano de fundo um ou mais desses desejos.

O desejo ardente nada mais é do que a vontade avassaladora de conseguir algo, de chegar a algum lugar, de ter o que quer. O desejo ardente é o ponto de partida, o início da caminhada rumo ao triunfo, ao lugar sonhado, a meta almejada e finalmente ao sonho realizado. A busca de qualquer realização humana, passa primeiramente pelo desejo ardente de conseguir isso. Se você não for capaz de transformar suas aspirações em um grande desejo ardente de transformar isso em algo real, com certeza estará tão longe do seu objetivo maior quanto a terra e a lua.

Não é suficiente desejar alguma coisa. É preciso mais. É preciso ter um desejo ardente. A partir disso, é possível alcançar qualquer coisa que você quiser. A preparação para alcançar um objetivo definido é feita sobre a égide de um grande querer, de uma vontade quase paranoica. Uma vontade que se sobrepõe a qualquer dificuldade, incerteza ou derrota temporária.

Somente aqueles que foram capazes de inundar seus pensamentos e sua imaginação com uma grande meta a ser alcançada serão capazes de atingi-las. Para alcançar um grande objetivo na vida é necessário primeiro a ação em direção a isso. Mas para agir, é necessário antes ter um grande desejo por trás disso tudo.

Você não chegará a lugar algum de importância sem um grande desejo pessoal e intransferível. A realização pessoal não é incondicional, ela depende da grandeza das suas ações e dos motivos que levarão a isso. Nenhuma afirmação retrata tão bem a importância do desejo ardente, como aquela que diz: querer é poder! Realmente o poder de chegar lá, de conseguir o que você quer, depende única e exclusivamente de querer isso. Aliás uma das poucas coisas na vida, que não depende da situação sócio-cultural das pessoas é o poder de querer.

Mas como desenvolver um desejo ardente? Como transformar o querer em poder? Como escrever cada um dos capítulos da longa história de sua vida? A tarefa é árdua, mas vale a pena. Quando você experimentar a realização de um desejo ardente, sentirá na pele a sua força transformadora e construtora. Não deixe que a falta de persistência. o transforme em um perdedor, alguém que nadou e morreu na praia, que apenas passou por aqui, sem dizer por que veio. Atingir o seu desejo ardente é o último elo da corrente chamada felicidade.

Não deixe a vida te levar. Direcione-a, dê-lhe um verdadeiro sentido. Faça com quê as cosias aconteçam e não apenas espere para que elas ocorram. A grande diferença entre os vencedores e os perdedores é a capacidade de fazer a coisas acontecerem. Fazer as coisas acontecerem é uma das principais características daqueles que saem do lugar comum e alcançam o “status quo” de pessoas bem sucedidas.

Quem de nós já não ouviu histórias fabulosas de pessoas que conseguiram realizar o impossível, que foram capazes de transformar infortúnios, derrotas temporárias em escadas para alcançar seus objetivos. Como negar o fato de inúmeras pessoas na história da civilização terem feito enorme diferença, de terem mudado o curso de nossas vidas e escrito seus nomes na história da raça humana. O que poderia ter levado essas pessoas a esses feitos, se não um grande desejo ardente de provar seu amor por alguém, de busca de poder, de autopreservação ou qualquer outro motivo.

Somente as pessoas possuidoras de um grande desejo ardente e orientadas por um dos motivos humanos terá a capacidade de transformar objetivos em metas alcançadas, sonho em realidade. Pessoa alguma, será capaz de conseguir algo de valor para si ou para terceiros sem a posse absoluta de um grande desejo para transformar isso em realidade. Afirmamos com toda segurança, que nada conseguido de valor pode ser considerado como tal, se a motivação para isso não tenha sido baseada num grande desejo ardente. Todos nós conhecemos pessoas que conseguiram alcançar grandes objetivos na vida, realizar feitos que para a maioria não seria possível, e mesmo assim sentem-se frustadas, derrotadas e perdedoras. Com certeza o que faltou a essas pessoas foi uma pitada de desejo ardente na sua receita da realização pessoal. Nosso conselho é simples: se o que está fazendo agora, não tem nada a ver com a consecução do seu desejo ardente, pare imediatamente. Deixe as coisas, que não fazem parte do seu desejo ardente, para trás e com certeza começará a viver. Viver de verdade, com prazer, entusiasmo e alegria.

  1. O poder de suas realizações

A vida é formada de realizações. Como tem sido seus dias ultimamente? Como tem se sentido, em relação a sua vida, seu presente e seu futuro? Acredita que a sua vida tem sido do jeitinho que imaginou? Que as coisas estão indo de acordo com o esperado ou acha que não? O que você tem feito para mudar a sua vida, deixá-la melhor, mais bonita e principalmente mais feliz.

Se você estar angustiado, desiludido e com sua auto-estima em baixa, como resultado de uma vida, que você acredita que poderia ter sido melhor, nós temos algo a lhe dizer: talvez olhando por outra ótica sua vida não é tão ruim assim; existe muitas outras pessoas em situações piores que a sua; que você é único e como tal tem sua própria vida e o livre arbítrio para fazer dela o que bem entender, e por isso, tudo que aconteceu com ela até aqui é de responsabilidade única e exclusiva sua. Porém, antes de tomar qualquer decisão e fazer alguma coisa em relação a vida que gostaria de ter, não esqueça de quem exatamente você é, de onde veio e principalmente o que acha que está fazendo aqui e qual seu propósito de vida. E acredite, por mais difícil que seja, sua vida até aqui, tem sido exatamente como você decidiu, sem mais nem menos. Nada aconteceu  sem que antes tenha decidido isso. Você escolheu os caminhos, as decisões e finalmente, agiu segundo a sua própria vontade. Ninguém em hipótese alguma o forçou a nada, suas ações de decisões seguiram sua própria consciência.  Mas, se ao final de tudo isso, você ainda não estiver totalmente convencido dessas afirmações, nós vamos lhe ajudar.

Faça uma análise minuciosa de todas as suas realizações e seus feitos. Pense como tem sido sua vida desde do princípio. Procure relembrar todas as coisas pelas quais passou, todas as suas lembranças, suas realizações, seus fracassos e principalmente seus sucessos. Lembre-se de como era sua vida desde dos primeiros tempos e como ela é agora. O que mudou nesses anos todos e principalmente o que realizou, o que fez para si e principalmente para os outros. Não deixe de levar em conta todas as suas conquistas. Faça uma auto-análise, avalie suas ações o quanto foram positivas ou negativas. Compare suas ações e decisões, o que poderia ter sido diferente. O que poderia ter sido diferente e não foi. Ao final dessa viagem,  deixe para trás todas as ações e decisões que não agregam nada na nova empreitada. Na vida que você quer daqui para frente. Esqueça de uma vez por todas, aquelas ações, que na sua visão, não foram as melhores, que poderiam ter sido diferentes. Esqueça as coisa ruins do passado. Lembre-se somente daquelas que se orgulharia de contar para um filho ou neto e que acredita que de alguma forma contribuíram para transformá-lo numa pessoa melhor.

Com certeza o resultado dessa análise será extremamente positivo, salvo algumas exceções, a maioria das pessoas apresenta um saldo positivo de ações e realizações durante a vida. E é exatamente nisso que você deve se apegar. As realizações passadas tem um poder extraordinário de influência sobre as novas realizações dos indivíduos. Poucas coisas são capazes de influenciar tanto um comportamento e aumentar a auto-estima pessoal quanto as boas sementes plantadas no percurso da vida. O poder individual de realizar, passa necessariamente pelas realizações passadas. É muito difícil conseguir algo de positivo na vida sem ter realizado alguma coisa importante para si ou para os outros.

Se você deseja realizar algo de extraordinário na sua vida e fazer dela uma grande experiência terrena, comece analisando o quanto de positivo e importante já fez até aqui. Que caminhos percorreu nessa longa estrada da vida, que obstáculos e dificuldades deixou para trás. Quanto produziu de coisa boas para si e para os outros. O quanto foi capaz de transformar sua vida material e espiritual desde que começou a compreender o ato de viver. De posse dessa avaliação final procure tire os ensinamentos necessários para sua nova empreitada.

A compreensão e o entendimento das coisas que realizou até aqui é a mola propulsora da ação para as novas realizações. Através dela é possível alcançar o ponto mais alto da escalada da vida. Realizar os sonhos impossíveis e os desejos mais profundos. As grandes árvores que ora florescem no jardim da vida, nasceram das boas sementes contidas em cada uma das nossas realizações positivas. A suntuosidade, grandeza e firmeza de um caráter individual é o fruto de muitas e muitas realizações pessoais positivas, que de alguma forma contribuíram para essa realidade.

Transforme-se, seja alguém totalmente diferente daquilo que tem sido até hoje, ou pelo menos, de parte daquilo que é. Não arrisque passar por aqui de uma forma medíocre, sem produzir nada, para as gerações futuras, sem deixar as marcas de suas pegadas. Não corra o risco de ser mais um, entre os milhares que aí estão, sem eira nem beira. Faça algo que de alguma coisa por você e principalmente pelos seus entes queridos. Não fomos criados para o anonimato, essa escolha é apenas uma alternativa. Estamos aqui para algo superior à uma vida medíocre, com poucas realizações positivas e um montão de bobagens. Você pode mais do isso. Você é o senhor absoluto do seu destino. Somente a você e a ninguém mais, cabe decidir o que fazer daquilo que recebeu.

Se a vida que você tem hoje, não é aquela que desejou, mude. Mas mude agora, pois cada segundo que deixar transcorrer, sem fazer da sua vida, exatamente aquilo que gostaria, é um segundo a menos que terá.       

  1. O poder de sonhar

 Todos nós temos sonhos. Quando crianças ou adolescentes sonhamos com um monte de coisas. Sonhamos no quê queremos ser quando crescermos. Sonhamos nas coisas que faremos e em sermos diferentes. Sonhamos no querer e no ter. Fizemos planos de nossos sonhos. Cada detalhe foi minuciosamente pensado.

Daí eu pergunto aos senhores, o que fizerem com seus sonhos? Quantos deles se transformaram em realidade? Quem correu verdadeiramente atrás dos seus sonhos e os transformou exatamente naquilo que sonharam? Acredito que poucos, conseguiram tal feito. Por que sonhamos tanto e realizamos tão pouco? Por que desistimos de nossos sonhos, logo nas primeiras dificuldades que a vida nos impõe? Por que desistimos tão facilmente das coisas que sonhamos? Não sei as respostas de nenhuma dessas perguntas, entretanto, acredito que elas de alguma forma estão dentro de cada um de nós.

É importante sonhar. Nada de importante existe sobre a terra, que não tenha sido resultado do sonho de alguém. Se você é capaz de se impressionar com a existência de alguma coisa, saiba que ela foi primeiramente fruto do sonho de alguém. As obras mais fenomenais, as maiores descobertas, as realizações pessoais mais importantes, todas sem exceção, foram resultados dos sonhos de uma pessoa. Acreditar nos seus sonhos e transformá-los em realidade é o maior feito que um homem possa ter. Não importa qual seja o sonho, o importante é realizar. A capacidade de buscar transformar os sonhos em realidade é sem dúvida o maior motivador humano. Somente um desejo ardente de transformar sonho em realidade é capaz de transformar o impossível. Se você refletir um pouco sobre as coisas mais complexas e teoricamente impossíveis de existirem, descobrirá que somente um grande sonho pôde transformá-los em realidade.

 Um homem sem sonhos é como um cão rabugento a vagar pelas ruas em busca do nada, à espera da boa vontade do mundo ao seu redor. Não existe possibilidade alguma de você construir algo de importância para si ou para os outros, sem a existência anterior de um grande sonho. Sonhar é preciso. Sem sonhos o homem estaria simplesmente a vagar pelo mundo sem eira nem beira. Sonhe os sonhos impossíveis e busque obstinadamente a sua realização. Somente assim, estará trilhando o caminho da auto realização. O triunfo nada mais é do que transformar sonhos em realidade. Aliás, não existe auto realização sem a existência anterior de um grande sonho. Somente os homens que sonharam grande foram capazes de grandes realizações.

Onde estão seus sonhos que não realizou? Por que deixou que a vida os transformasse no impossível? Nada é impossível. Se sua mente foi capaz de conceber a ideia de alguma coisa é por que ela é possível. O único elo de ligação entre a realização de seu sonho e o impossível é você. Você é o dono do seu destino. Somente a você e a ninguém mais é creditada a realização ou não dos seus sonhos.

Transforme seus sonhos em realidade, não os deixe para trás como uma nuvem de fumaça, que aos poucos vai se dissipando, até deixar de existir. Agarre-se a eles como se fossem as únicas coisas importantes que a vida tem a oferecer. Deixar os sonhos para trás é deixar a própria vida.

Se até esse momento ainda não realizou seus sonhos, acorde. Acorde, porque uma vida desperta somente poderá ser bem vivida se for acompanhada da realização de muitos sonhos. Somente os seus sonhos poderão levá-lo alugares que aos olhos dos outros seria impossível. Somente seus sonhos serão capazes de transformá-lo em um vencedor. Somente seus sonhos poderão transformar suas derrotas temporárias em grandes realizações.

Se você duvida da importância dos seus sonhos na sua realização pessoal aconselho-o a mudar de ideia sob pena de não chegar a lugar nenhum.

  1. A regra de ouro

         O princípio da regra de ouro é tão conhecido e difundido no mundo, quanto às primeiras religiões. Segundo esse princípio, todos nós deveríamos fazer aos outros, exatamente aquilo que gostaríamos que fizessem a nós mesmos. Um princípio simples e objetivo, porém de difícil aplicação na prática e no dia-a-dia das pessoas. Difundido por milhares de anos, por diversas religiões, a regra de ouro mudou sua forma, entretanto, seu conteúdo permanece o mesmo dos tempos mais remotos.

A raça humana ao longo dos séculos evoluiu em todas as áreas do conhecimento. Ganhamos qualidade de vida, longevidade e saúde nunca antes alcançada por nenhum antepassado nosso, porém, em algumas coisas, a humanidade regrediu muito, com grandes perdas para as gerações passadas e também para aquelas que ainda virão. Entre essas coisas estão à ganância, a cobiça, a inveja e a desonestidade. Por consequência delas, colocar o princípio da regra de ouro em prática para a maioria das pessoas tornou-se muito difícil.

A desordem, a falta de respeito e educação são tamanhas que a maioria das pessoas pensam que não tem mais saída para melhorar o mundo, que o caos se instalou definitivamente entre nós.

Mas se você é daqueles que acham que precisa fazer alguma coisa pela humanidade, algo simples, eficiente e de baixo custo pode ser colocado em prática, aplique a regra de ouro em todas as oportunidades que tiver. Mais, crie situações no seu dia-a-dia onde ela possa ser praticada. O princípio básico da conduta humana e a força de toda a mudança pessoal está contida em toda a sua essência na regra de ouro.

Se você está buscando mudar de vida e deseja começar a ter paz de espírito, pratique a regra de ouro em todos os momentos da sua vida. Fazer aos outros, exatamente aquilo que gostaríamos que fizessem a nós mesmos é o primeiro passo para uma vida feliz e plena. Provavelmente nenhuma outra atitude humana é tão simples e tem tanta força de mudança interpessoal, quanto à regra de ouro.

Aplicar a regra de ouro não é só importante para fazer de você um ser humano melhor, ela também dar lucro. Faça uma análise de experiências positivas relacionadas a coisas que você conseguiu de outras pessoas, que você concluirá que tudo ficou mais fácil a partir do momento em que tratou essas pessoas exatamente da mesma forma que gostaria que fosse tratado por elas. As pressões do mundo moderno transformaram os indivíduos e os relacionamentos. A coisa mais comum na vida é encontrar pela frente pessoas mal educadas, rancorosas, mal humoradas e hostis. E ai não é muito difícil ceder ou fazer o que uma pessoa educada, amável, bem humorada e gentil nos pede. A regra de ouro abre portas. A regra de ouro tem poder de transformação. Transforma pessoas, ambientes e comunidade. Transforma resultados. Se há algo capaz de mudar um teórico resultado negativo em positivo, de mudar uma situação de perda em ganho é a aplicação da regra de ouro.

Aplicar a regra de ouro motiva e entusiasma a alma. Ela é um excelente tônico contra a angústia, o mau humor, a tristeza e a infelicidade. Fazer aos outros, exatamente aquilo que gostaríamos que fizessem a nós mesmos, pode transformar vidas. Vidas tristes, angustiadas, estressadas, mal humoradas e doentes podem ser transformadas a partir do momento em que forem confrontadas com uma outra realidade. Uma realidade onde as ações estarão não em função das ações do outros, mas sim, das nossas próprias ações. Transforme o mundo a sua volta, transformando primeiramente a si mesmo.

Como um reflexo de luz, assim pode ser comparado, a prática da regra de ouro. Somos vistos e tratados pelas pessoas em nossa volta, exatamente da mesma forma que vimos e tratamos essas mesmas pessoas. É assim que funciona, nem mais, nem menos. Não adianta imaginarmos que será diferente. É bobagem agirmos de uma forma e imaginarmos que as pessoas irão agir conosco de forma diferente da nossa.

Quer melhorar o seu mundo? Quer fazer algo por você e pelas pessoas que gosta? Então pratique a regra de ouro. Faça dela uma aliada na conquista de seus objetivos. Tenha nela a bússola que o levará aos pontos mais distantes e inimagináveis. Incorpore-a no seu dia-a-dia, faça dela o seu melhor hábito. Fazer da regra de ouro um de seus melhores hábitos e depois transformá-la no seu padrão de comportamento fará com que o mundo se curve aos seus pés. Essa é uma conduta maravilhosa e aqueles que conseguirem praticá-la, saberão exatamente onde está à diferença, o detalhe, entre conseguir tudo que se deseja e de não se conseguir nada.

Não existem argumentos mais convincentes e persuasivos do que aqueles que gostaríamos de ouvir, independentemente do grau de verdade que contenham e de que nos dizem. O primeiro passo para a concordância é a afinidade de pensamento.

Quando nos dizem: amai ao próximo como a si mesmo. Na verdade estão nos dizendo para aplicarmos a regra de ouro, ou seja, fazer aos outros, exatamente aquilo, que gostaríamos que fizessem a nós mesmos. Se você acreditar na força transformadora da regra de ouça não será tão difícil colocá-la em prática. Acredite!

Os ensinamentos descritos aqui poderão levá-lo a qualquer lugar que você desejar. Pratique-os e você se surpreenderá com a força transformadora desses ensinamentos e com a sua capacidade de superar qualquer infortúnio ou derrota temporária.

A importância dos Princípios

A síntese dos dezesseis princípios é o que influenciou muitos homens e mulheres a darem um sentido totalmente diferente para suas vidas e com isso, contribuíram sobremaneira com a humanidade.

E você, quais são as perguntas sem respostas que tanto o afligem? Você também tem aquela sensação de que algo precisa acontecer e que apesar do tempo, nada aconteceu até agora?  Você também acredita, que a vida não pode se resumir a isso que você vivencia atualmente? Se você faz parte desse grupo de pessoas eu o chamo agora, nesse momento, para descobrir quais as respostas para essas perguntas e descobrir de algum modo o que precisa acontecer na sua vida para acordar e fazer a sua parte. Existe um lugar onde estão todas as repostas para suas perguntas: no seu coração. Faça a sua parte e descobrirá essa verdade. 

Conclusão Sobre o Fracasso

Acredito que todos tenham entendido, o que queríamos mostrar com a criação dessa obra. As questões relevantes para o desenvolvimento pessoal contida na sua estrutura e exaustivamente falada durante todo o processo. Fracassar SIM. Persistir SEMPRE. Desistir NUNCA. Para saber mais: http://potencialmaster.com.br/

Por: Sebastião Barroso Felix

#O poder do fracasso – Parte 11
#Varejo só volta a deslanchar na metade de 2017

Olá deixe seu comentário aqui