#Os 10 setores de franquias que mais crescem no Brasil

As franquias faturaram mais de 150 bilhões de reais em 2016. Porém, esse não é um crescimento uniforme: alguns tipos de negócio puxaram mais esse resultado do que outros. Se você pensa em empreender por meio de uma unidade franqueada, vale a pena pesquisar tais tendências de crescimento antes de bater o martelo sobre qual será seu futuro empreendimento.

Após publicar uma prévia do resultado que o franchising obteve no último ano, a Associação Brasileira de Franchising divulgou nesta semana o crescimentoconsolidado por cada ramo de atividade no mundo das franquias. 

Ao todo, onze setores de franquias entram na análise da ABF: Alimentação; Casa e Construção; Comunicação, Informática e Eletrônicos; Entretenimento e Lazer; Hotelaria e Turismo; Limpeza e Conservação; Moda; Saúde, Beleza e Bem-estar; Serviços Automotivos; Serviços Educacionais; e Serviços e Outros Negócios.

Os primeiros colocados

O ramo de franquias que mais cresce no país é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar: houve uma alta de 15,5% nas receitas, comparando os resultados de 2016 com 2015. De acordo com a associação, o crescimento se deve à adoção de novos canais de venda e à entrada de novas redes no mundo do franchising: desde negócios mais tradicionais, como lojas de cosméticos, até os mais inovadores, como as clínicas médicas populares.

Já o segmento de Serviços Automotivos teve o segundo melhor índice de crescimento no mesmo período, com 11,6% de variação. Uma grande explicação para isso é a expansão do mercado de veículos seminovos, o que aumenta a procura por serviços automotivos com padrão de atendimento e agilidade: por exemplo, lavagem e troca de óleo express.

A medalha de bronze ficou com o setor de Moda, alcançando um crescimento de 10,4% na comparação anual. As estratégias de promoção e expansão, aliadas às ofertas de novos produtos, explicam a alta de receitas, segundo a ABF.

Alimentação, um dos ramos mais tradicionais do franchising, ocupa o quarto lugar do ranking, com um crescimento anual de 8,8% nas receitas. A alta se deve à diversificação dos canais de venda (por meio de aplicativos, por exemplo) e ao uso de promoções. Vale lembrar que, em números absolutos, a Alimentação segue sendo a área mais representativa do mundo das franquias.

Das 11 áreas analisadas, a única que não cresceu foi a de Entretenimento e Lazer, que apresentou um recuo de 10,7% (e por isso não consta na tabela a seguir).

Confira, a seguir, quais são os ramos de franquia que crescem no Brasil, com base nos resultados vistos em 2016:

Screen Shot 2017-02-16 at 12.11.55 PM

Por: Exame


Olá deixe seu comentário aqui