#Os supermercados perdem mais de 6 Bilhões por ano com perdas, segundo a ABRAS

dsc00660

Assista o Vídeo da Consultoria de Prevenção de Perdas

O relatório da ABRAS apresenta os resultados da 16ª Avaliação de perdas realizada com os principais supermercados do Brasil. O sucesso desse levantamento e consequente aumento de acurácia dos resultados é fruto do esforço e colaboração das empresas e dos profissionais da ABRAS na coleta e agregação dos dados dos supermercados. Os dados agregados e sem identificação das empresas respondentes foram encaminhados ao Provar que confeccionou o relatório, em trabalho conjunto com o Departamento de Economia e Pesquisa da Abras. E alguns dados chama a atenção.

De acordo com o levantamento em 2.015 as perdas representaram 2,26% do faturamento líquido do segmento de supermercados ante os 2,98% do ano anterior. Apesar da queda significativa em relação ao ano anterior, infelizmente não podemos comemorar por dois motivos muito simples: as perdas ainda são enormes se comprado com outros países e apesar do recuo, as perdas vem crescendo gradativamente desde que começou a ser mensurada. Em 2.004, elas representavam 1,78% do faturamento.

Um outro dado importante da pesquisa é o que mostra, o crescente número de lojas que adotam uma departamento ou área da empresa para cuidar de prevenção de perdas. Esse é um caminho sem volta.

Os setores com maiores índices de perdas foram FLV 6,80%; Padaria e confeitaria 5,82%; Peixaria 3,94%; Açougue 3,91%; Têxtil 2,58%. As demais áreas apresentaram perdas abaixo da média geral.

Outro dado que chama a atenção no levantamento é o referente ao percentual de perdas por SKU(produto) em valores, que indicou 28% das perdas relacionadas as carnes; 21% em bebidas alcoólicas em geral e 17% em eletrônicos.

Quando análise é feita em relação a quantidade de itens (SKU), há uma ligeira mudança nos percentuais e nos produtos. 25% de doces em geral; 22% em bebidas e 14% de carnes o que é totalmente compreensível, em função do valor agregado desses produtos. De qualquer forma, em ambas as análise esses percentuais podem significar, que estão ocorrendo desvios nesses setores na maioria das lojas.

É muito importante, as lojas que ainda não têm uma área de prevenção de perdas, iniciar o processo de implantação, mesmo que seja, inicialmente de apenas uma pessoa focada nas questões relacionadas às perdas. Para muitos, pode parecer que somente lojas grandes, com faturamento de bilhões, precisam ter uma área de prevenção de perdas, mas na verdade todas as lojas, sem exceção precisam gerenciar, cuidar, prevenir as perdas. É uma questão obvia, cada centavo que a loja deixar de perder, significa aumento do seu ganho.

O Instituto de Desenvolvimento do Varejo em parceria com a Revista do Varejista, acaba de lançar um serviço exclusivo: uma consultoria de prevenção de perdas online, realizada por web conferência. Acesse o link e saiba mais: http://revistadovarejista.com.br/programa-de-prevencao-de-perdas-e-desperdicios/

Por: Sebastião Barroso Felix

#Proximidade é diferencial para o pequeno varejo nas vendas de pet shop
#A importância do pequeno varejo

Olá deixe seu comentário aqui