#País medíocre, cidadãos idem

No dia 13 de Abril de 2.017 mais de 140 milhões de brasileiros pegaram o telefone e ligaram para decidir, quem seria o vencedor do BBB 17. Entre o dia 23 de Janeiro e 13 de Abril houveram 11 eliminações com votações. Considerando a final e pela média das votações, mais de 1 bilhão de ligações foram feitas nas eliminações do BBB.

Nesse mesmo período o País afundou semana a semana. Alguns fatos econômicos, políticos e sociais impactaram sobremaneira a todos nós brasileiros. Muita coisa aconteceu, vejamos algumas delas:

Delação dos funcionários da Odebrecht – que trouxe à tona detalhes de mais de 3.3 bilhões em propinas para políticos e entes públicos nos últimos 14 anos;

Prisão de Eike Batista – vimos o homem que outrora foi considerado o mais rico do Brasil e um dos sete do mundo algemado e preso no presídio de Bangu por corrupção;

Lula ser chamado de bon-vivant – ouvimos de um dos maiores empresários do Brasil e talvez aquele que no futuro também poderemos dizer, o maior corruptor da história do país e amigo de Lula, chamá-lo de bon-vivant e afirmar que ele nunca foi de esquerda, o que pelos fatos e mal feitos elencados durante e depois de ocupar a Presidência da Republica estamos achando ser verdade;

Dois ex-presidentes, um ex-presidente do senado, um presidente do senado e um presidente da câmara acusados – vão responder a inúmeros mal feitos, que vão desde corrupção passiva, crime eleitoral até evasão de divisas;

Aumento do desemprego constante – já estamos com quase 14 milhões de desempregados e quando achamos, que as coisas irão melhorar no mês seguinte, de forma inexplicável ao cidadão comum, elas pioram novamente.

Projetos de lei que são enviados ao congresso e viram Frankenstein – caso recente da previdência e anteriormente daquele que foi chamado de “as dez medidas anticorrupção”, que foram mudados para garantir os interesses de uma minoria.

Piora em todos os índices do país – a renda per capita do brasileiro recuou de US$ 16,2 mil, em 2014, para US$ 15,7 mil, em 2015 e o país ocupa a 70a posição. Queda nas exportações mundiais desde 2011 – 1,41%, 2.012 – 1,33%, 2013 – 1,32%, 2014 – 1,19%, 2015 – 1% e 2016 menos de 1%. Caiu para a 81ª posição no ranking de competitividade de países, perdeu 6 posições em 2016 e atingiu a pior posição em 20 anos. Em 4 anos, caiu 33 posições na lista do Fórum Econômico Mundial. Também está em 79º lugar entre 176 países pesquisados, no ranking da corrupção de 2016, dois pontos a mais do que em 2015. O País ocupa hoje a 79a posição no IDH – 0,754 (Índice de Desenvolvimento Humano), a mesma de 2.014.

Enquanto o país implode, os empregos vão embora, os políticos se deterioram, diante da corrupção e da inercia e somos levados ao caos econômico o que nós brasileiros fazemos? Assistimos ao BBB e ligamos desesperadamente para nosso candidato preferido não ser eliminado. A pergunta é, e quem vai ligar para onde para garantir um lugar melhor para vivermos, com emprego pleno, sistema de saúde que funcione, uma educação de qualidade, segurança mínima que garanta nosso direito de ir e vir e renda compatíveis com nossas necessidades básicas? Quem sabe possamos pedir para o ganhador (a) do BBB 17.

Por: Sebastião Barroso Felix


Olá deixe seu comentário aqui